Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Instituto Biológico festeja hoje 90 anos de pesquisas para o agronegócio - Jornal Brasil em Folhas
Instituto Biológico festeja hoje 90 anos de pesquisas para o agronegócio


O Instituto Biológico (IB) completa hoje (6) 90 anos de atividades. Criado para desenvolver e transferir conhecimento científico e tecnológico para o agronegócio, ele é uma referência no país nas áreas de sanidade animal e vegetal.

O instituto Biológico é responsável também pela formação de cientistas, e a data será celebrada nesta segunda-feira, a partir das 15h, na sede da entidade, na Vila Mariana, em São Paulo. A comemoração ocorrerá antes de um seminário que pretende discutir os desafios do agronegócio no Brasil. Durante o evento, será lançado o livro Instituto Biológico – 90 anos Inovando o Presente.

A ideia de se criar um instituto tecnológico e de pesquisa em São Paulo destinado ao desenvolvimento das áreas de sanidade animal e vegetal surgiu pela necessidade inicial de tratar o café. Em 1924, uma praga chamada broca, que perfurava as cerejas do café, apareceu nos cafezais paulistas. Para combatê-la, foi criada uma comissão - formada por pesquisadores e chefiada por Arthur Neiva, Ângelo da Costa Lima e Edmundo Navarro. Dessa comissão, anos depois, já em 1927, criou-se o Instituto Biológico e Defesa Agrícola que, em 1937, passou a ser chamado apenas de Instituto Biológico.

“Um dos maiores entraves para importação e exportação de produtos pelos países é a sanidade. O Instituto Biológico tem papel fundamental na realização de diagnósticos que mostram que os produtos brasileiros estão livres de contaminação e podem ser exportados”, disse Antonio Batista Filho, pesquisador e diretor-geral do IB.

A instituição mantém laboratórios e unidades de pesquisa em São Paulo, Campinas, Bastos e Descalvado. As unidades laboratoriais realizam 40 tipos de ensaios para pragas e doenças em animais e plantas e uma média de 585 diagnósticos por dia nas áreas de sanidade animal e vegetal.

Ao longo de todo o ano passado, foram mais de 200 mil diagnósticos. “Esses diagnósticos constituem uma ferramenta básica para ações dos órgãos de defesa estadual e federal, com vistas a evitar a entrada ou circulação de pragas e doenças dentro do país”, disse Batista Filho.

Controle biológico

Já na área de pesquisa, o Instituto Biológico desenvolve, por exemplo, trabalhos de controle biológico da cana-de-açúcar, da soja e de seringueiras. Há na entidade 137 projetos de pesquisa em andamento nas áreas de sanidade animal e vegetal, pragas urbanas e monitoramento de resíduos de agroquímicos.

No caso da cana-de-açúcar, por exemplo, o trabalho de controle da cigarrinha gerou uma economia de R$ 60 milhões para o setor. Há também um trabalho de controle de praga urbana e o instituto é a única entidade do país que identifica e propõe métodos para o controle dessas pragas em museus e edifícios históricos.

O Instituto Biológico mantém ainda o Planeta Inseto, o único zoológico de insetos do país, que tem o objetivo de mostrar a importância dos insetos no nosso cotidiano. O museu é gratuito e conta com 25 atrações.

A instituição mantém também um cafezal urbano, na região da Vila Mariana, de cerca de 10 mil metros quadrados, com dois mil pés de café do tipo arábica. O cafezal faz parte do projeto Ciclos Econômicos Agrícolas, que mostra a importância econômica do ciclo do café, do pau-brasil, da seringueira e da cana-de-açúcar.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212