Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Marconi presta homenagem a Aristides Junqueira, “grande guardião da Constituição de 1988” - Jornal Brasil em Folhas
Marconi presta homenagem a Aristides Junqueira, “grande guardião da Constituição de 1988”


O governador Marconi Perillo teve na noite de hoje a oportunidade de homenagear com o título de Cidadão Goiano um dos ícones na defesa da Constituição Cidadã de 1988 e do estado democrático de direito – ex-procurador-geral da República Aristides Junqueira Alvarenga. A proposta de homenagem foi apresentada em julho de 1992, pelo então deputado estadual Marconi Perillo.

Ao saudar o homenageado, o governador assinalou que, como parlamentar estadual, apresentou apenas dois títulos de cidadania: um para Aristides e outro para o grande historiador goiano Luiz Palacin, um dos mais consagrados intelectuais da história de Goiás.

Ele ressaltou que Aristides Junqueira chegou ao topo da carreira na Procuradoria-Geral da República, tendo iniciado sua trajetória profissional como promotor de Justiça nas comarcas de Formosa, Porangatu, Palmeiras e Goianésia. “Vossa Excelência foi um grande colaborador para que a Constituição Cidadã tivesse consequência na vida das pessoas”, disse Marconi, ressaltando que o homenageado atuou como um “grande guardião da Constituição, agindo sempre com brasilidade, altíssimo espírito público e idealismo”.

Afirmou que acompanhou de perto a carreira de Aristides Junqueira, baseada em valores éticos e nacionalidade. Também lembrou que por onde o homenageado passou – as comarcas de Santa Cruz, Porangatu, Palmeiras e Goianésia – deixou amigos e uma plêiade de admiradores. “Estou feliz por prestar esta homenagem a um dos homens mais honrados do Brasil”, disse Marconi, ressaltando que o País precisa de brasileiros da estirpe de Junqueira. “Precisamos da inspiração de Vossa Excelência”, assinalou.

Ao fim do discurso de improviso, afirmou que doutor Aristides Junqueira Alvarenga tem muito a colaborar ainda para que tenhamos um país “mais justo, mais equânime”, colaborando para que o Brasil possa avançar e superar “tantas mazelas, tantos desmandos”.

O governador concluiu o discurso de saudação citando uma frase do próprio homenageado, dita recentemente ao jornal Correio Braziliense: “Eu sou um sujeito cheio de esperança, não tenho desânimo ora nenhuma, apesar do caos que aí está”.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212