Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Fundos da Petros têm ganhos acima da meta em 2017 - Jornal Brasil em Folhas
Fundos da Petros têm ganhos acima da meta em 2017


SÃO PAULO - Dois dos maiores planos administrados pela Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras, encerraram o terceiro trimestre com desempenho superior à meta atuarial.

Os investimentos do Plano Petros do Sistema Petrobras (PPSP) registraram alta de 8,51% de janeiro a setembro, acima dos 6,22% projetados para o período. A rentabilidade do Plano Petros-2 (PP-2) avançou 8,18%, ultrapassando o objetivo de 6,10%. Os planos somaram resultado líquido de R$ 5,5 bilhões nos investimentos, sendo R$ 4,250 bilhões do PPSP e R$ 1,250 bilhão do PP-2.

No PPSP, plano maduro que necessita de maior liquidez, o destaque foi a renda fixa, que concentra pouco mais da metade dos ativos do plano e avançou 12,68%, bem acima do CDI (8,03%). O desempenho dessa carteira foi puxado pelos títulos públicos, que acumularam rentabilidade de 13,38%.

Black Friday InfoMoney: sua única chance de comprar nossos cursos com 50% de desconto

Na sequência, a renda variável também contribuiu para o resultado, registrando alta de 11,70%, impulsionada pelo segmento de participações mobiliárias, que cresceu 11,43% de janeiro a setembro. Com forte alta de 34,77%, as ações de Itaúsa foram responsáveis pelo avanço da carteira, refletindo o movimento positivo da Bovespa, influenciada pelas expectativas de melhora da economia, como a desaceleração da inflação e os juros em queda.

O desempenho do fundo PP-2 também teve forte influência dos títulos públicos, que têm 71% de representatividade nos investimentos do plano e renderam 6,76% de janeiro a setembro – o crescimento foi menor do que no PPSP porque, como o PP-2 é um plano mais jovem e não tem necessidade de liquidez imediata, os papéis são marcados na curva, com valor calculado até o vencimento.

Também contribuíram para o resultado os investimentos em renda variável, com alta de 12,45% no período, em função do impacto positivo da alta de Itaúsa, e a performance dos fundos de ações (aplicações em ações com alta liquidez e maior facilidade de negociação), que renderam 15,95% no período.

Segundo ranking oficial da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), o Petros é o segundo maior fundo de pensão brasileiro nos critérios de número de participantes e de total de patrimônio.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212