Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Fundos da Petros têm ganhos acima da meta em 2017 - Jornal Brasil em Folhas
Fundos da Petros têm ganhos acima da meta em 2017


SÃO PAULO - Dois dos maiores planos administrados pela Petros, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras, encerraram o terceiro trimestre com desempenho superior à meta atuarial.

Os investimentos do Plano Petros do Sistema Petrobras (PPSP) registraram alta de 8,51% de janeiro a setembro, acima dos 6,22% projetados para o período. A rentabilidade do Plano Petros-2 (PP-2) avançou 8,18%, ultrapassando o objetivo de 6,10%. Os planos somaram resultado líquido de R$ 5,5 bilhões nos investimentos, sendo R$ 4,250 bilhões do PPSP e R$ 1,250 bilhão do PP-2.

No PPSP, plano maduro que necessita de maior liquidez, o destaque foi a renda fixa, que concentra pouco mais da metade dos ativos do plano e avançou 12,68%, bem acima do CDI (8,03%). O desempenho dessa carteira foi puxado pelos títulos públicos, que acumularam rentabilidade de 13,38%.

Black Friday InfoMoney: sua única chance de comprar nossos cursos com 50% de desconto

Na sequência, a renda variável também contribuiu para o resultado, registrando alta de 11,70%, impulsionada pelo segmento de participações mobiliárias, que cresceu 11,43% de janeiro a setembro. Com forte alta de 34,77%, as ações de Itaúsa foram responsáveis pelo avanço da carteira, refletindo o movimento positivo da Bovespa, influenciada pelas expectativas de melhora da economia, como a desaceleração da inflação e os juros em queda.

O desempenho do fundo PP-2 também teve forte influência dos títulos públicos, que têm 71% de representatividade nos investimentos do plano e renderam 6,76% de janeiro a setembro – o crescimento foi menor do que no PPSP porque, como o PP-2 é um plano mais jovem e não tem necessidade de liquidez imediata, os papéis são marcados na curva, com valor calculado até o vencimento.

Também contribuíram para o resultado os investimentos em renda variável, com alta de 12,45% no período, em função do impacto positivo da alta de Itaúsa, e a performance dos fundos de ações (aplicações em ações com alta liquidez e maior facilidade de negociação), que renderam 15,95% no período.

Segundo ranking oficial da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), o Petros é o segundo maior fundo de pensão brasileiro nos critérios de número de participantes e de total de patrimônio.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212