Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Trump: fusão entre AT&T e Time Warner não é boa para EUA - Jornal Brasil em Folhas
Trump: fusão entre AT&T e Time Warner não é boa para EUA


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira que a fusão da gigante de telecomunicações AT&T com o grupo Time Warner, que é dono da CNN e da HBO, não é boa para o país.

Não vou me envolver no litígio, mas pessoalmente sempre senti que esse negócio não era bom para o país, disse Trump um dia após o Departamento de Justiça mover ações contra a fusão, por considerar que ela prejudica os consumidores.

A AT&T afirmou que a atitude do governo é radical e inexplicável.

O gigante de telecomunicações afirma que almeja uma fusão vertical, ou seja, a união dos dois grupos que operam em um mesmo mercado, mas com atividades distintas.

Fusões verticais como essa são normalmente aprovadas porque beneficiam os consumidores, sem eliminar dos mercados a concorrência. Não vemos uma razão legítima para que nossa fusão tenha um acordo diferente, disse o conselheiro geral da AT&T, David McAfee.

Há anos, autoridades americanas responsáveis pela concorrência não impedem fusões verticais de grande porte.

No começo do mês, a imprensa relatou que o governo aprovaria a fusão se a AT&T se desfizesse da CNN, alvo da ira de Trump, que acusa a emissora de divulgar notícias falsas.

Na semana passada, o presidente e CEO da AT&T, Randal Stephenson, disse que se preparavam para uma batalha judicial, mas que descarta se desfazer da CNN ou outros produtores de conteúdos.

Se o governo recorrer aos tribunais, vai perder, disse Larry Downes, especialista em questões de concorrência em um artigo na revista Harvard Business Review da semana passada.

Nas fusões verticais, o governo nunca ganhou um caso, garantiu, indicando que essa disputa representa uma mudança enorme do direito à concorrência.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212