Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 China investiga ex-diretor de regulamentação da internet - Jornal Brasil em Folhas
China investiga ex-diretor de regulamentação da internet


O ex-diretor de regulamentação da internet na China, idealizador do aumento da censura na rede no país, está sendo investigado, anunciaram autoridades.

A Autoridade de Combate à Corrupção do Partido Comunista Chinês (PCCh) informou na terça-feira que Lu Wei, de 57 anos, é suspeito de graves violações.

O governo não informou as acusações contra Lu Wei, mas as autoridades costumam utilizar esta expressão para fazer referência aos crimes de corrupção, abuso de poder ou desrespeito à linha oficial definida pelo secretário-geral do PCCh e presidente chinês, Xi Jinping.

Lu Wei assumiu o comando da administração chinesa do ciberespaço em 2013. Ele era responsável pela supervisão dos controles de conteúdos na internet. Seu poder era tamanho que foi incluído em 2015 pela revista Time na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo.

Abandonou o cargo em meados de 2016, trocado por uma pessoa próxima a Xi Jinping.

Depois de assumir o poder em 2012, o presidente chinês iniciou uma ampla campanha de combate à corrupção que afetou quase 1,5 milhão de integrantes do Partido Comunista.

Lu Wei era um personagem importante tanto na China como no exterior, onde despertava o interesse das grandes empresas de tecnologia que desejavam entrar no mercado chinês. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, o recebeu em 2014 na sede do grupo na Califórnia.

Diversas redes sociais como Facebook, Instagram, YouTube e Twitter estão vetadas aos internautas chineses.

A liberdade sem ordem não existe, declarou Lu em 2015 para justificar a política de controle na internet.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212