Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 ONU: América Latina evitaria milhares de mortes com carros elétricos - Jornal Brasil em Folhas
ONU: América Latina evitaria milhares de mortes com carros elétricos


A América Latina poderia evitar a morte de dezenas de milhares de pessoas, além de economizar mais de 60 bilhões de dólares, caso mudasse a sua atual frota de ônibus urbanos e táxis por veículos elétricos, informou nesta quinta-feira (16) a ONU Meio Ambiente, no Panamá.

Se toda a frota atual de ônibus e táxis de 22 cidades de 12 países da América Latina fosse substituída por carros elétricos a partir desse ano, seriam economizados até 2030 cerca de 64 bilhões de dólares em combustíveis, afirmou em comunicado a agência dedicada às questões ambientais, das Nações Unidas.

Além disso, 300 milhões de toneladas equivalentes de dióxido de carbono seriam reduzidas e seria evitada a morte precoce de mais de 36.500 pessoas por causa de doenças respiratórias associadas à qualidade do ar.

Essas estimativas fazem parte de uma pesquisa feita ONU Meio Ambiente sobre os potenciais benefícios de um sistema de transporte público 100% elétrico para 2030.

Segundo os cálculos, a frota veicular na América Latina segue crescendo aceleradamente e é estimado que possa triplicar nos próximos 25 anos, sendo a maior taxa de crescimento a nível global.

Esse aumento, cujos veículos são de combustão interna, significará um aumento significativo em emissões de gases estufa, contaminação local, além do colapso na mobilidade urbana, adverte.

Os veículos elétricos são o meio de transporte mais eficiente que existe na atualidade, uma vez que são movidos a eletricidade em vez de combustíveis fósseis, ressaltou Gustavo Máñez, coordenador regional de mudanças climáticas da ONU Meio Ambiente.

Transformar o setor de transportes para a modalidade elétrica é crucial para cumprir com os compromissos do Acordo de Paris, acrescentou.

O Acordo de Paris sobre o clima visa limitar o aquecimento global abaixo de 2°C e, se possível, abaixo de 1,5ºC, em comparação com os níveis pré-industriais.

Várias capitais da região, segundo a ONU, estão buscando acelerar essa transição, como Santiago, no Chile, local que já emitiu a licitação de 90 ônibus elétricos.

Outros países do cone-sul e do México anunciaram que começarão a se ajustar ou fabricar carros elétricos, enquanto a Cidade do Panamá fará uma análise comparativa entre ônibus movidos à gás natural ou elétricos.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212