Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Quadros de Monet e Picasso ganham vida graças à realidade aumentada - Jornal Brasil em Folhas
Quadros de Monet e Picasso ganham vida graças à realidade aumentada


Graças a uma nova tecnologia de realidade aumentada, os quadros mais conhecidos do museu Albertina de Viena ganham vida e oferecem aos visitantes uma imersão pedagógica.

Às vezes é necessário buscar formas originais de mostrar os clássicos de uma maneira menos convencional e mais lúdica, afirmou nesta terça-feira Klaus Albrecht Schröder, diretor do museu, que apresentou sua nova oferta digital.

Com um aplicativo gratuito para smartphones, uma série de animações de áudio e vídeo permite explorar um total de 13 telas de vários pintores. Basta apontar o telefone para o quadro para ativar a animação, que dura 45 segundos.

Assim, o visitante vê surgir na tela de seu celular o desenho das bailarinas de Degas; um veleiro pintado por Picasso navega entre as ondas; os pontos usados por Signac para representar Veneza vão aparecendo progressivamente; e o quadro do jardim de Claude Monet em Giverny, perto de Paris, se sobrepõe a uma foto do lugar.

As animações vêm acompanhadas de um comentário em áudio disponível em inglês e alemão, e em breve também em espanhol, francês, italiano e chinês.

O museu proporá, em breve, cerca de 20 obras, escolhidas entre as mais conhecidas da instituição, para redescobri-las em realidade aumentada.

Esta tecnologia, que permite inserir um elemento virtual dentro de uma imagem real, está se desenvolvendo rapidamente dentro das instituições culturais, especialmente com o objetivo de reviver cenas históricas, locais do patrimônio da humanidade e animar objetos do passado.

Mas é a primeira vez que a realidade aumentada é aplicada a quadros de grandes mestres da coleção permanente de um museu europeu, assegurou Sergiu Ardelean, um dos fundadores da Artivive, a start-up vienense que desenvolveu o aplicativo.

Podemos supor que, no futuro, esta tecnologia substituirá o audioguia, afirmou o diretor do Albertina, museu conhecido por sua Coleção Batliner, que inclui obras de Monet, Cézanne, Miró, Klee, Kandinsky e Malévich.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212