Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 GOIÁS: Estado gasta R$ 2 bilhões com Previdência de servidores públicos - Jornal Brasil em Folhas
GOIÁS: Estado gasta R$ 2 bilhões com Previdência de servidores públicos


No primeiro semestre deste ano, o governo de Goiás gastou R$ 2 bilhões com pensões e aposentarias de servidores públicos estaduais. O número consta em relatório de execução Orçamentária do Regime Próprio de Previdência dos Servidores (RPPS), disponível no Portal da Transparência do Estado. O crescimento dos gastos é gradativo ano após ano. Em comparação ao mesmo período do ano passado, as despesas com a Previdência aumentaram cerca de 13%. Já em relação a 2015, o crescimento foi de 22,5%.

É com base nessa situação que o coordenador de Previdência do IPEA, Rogério Nagamine, defende a equiparação entre os regimes previdenciários dos servidores públicos aos do INSS, caso haja uma reforma no setor previdenciário. O especialista argumenta que atualmente a diferença de benefício é muito grande entre os dois sistemas. “A média de aposentadoria no Poder Legislativo em 2016 foi R$ 28 mil. Já no INSS foi de R$ 1.200. Então você tem uma diferença gigantesca no valor do benefício”, afirma.

No período analisado, os custos previdenciários de Goiás superaram os investimentos em outras áreas importantes para a população, como Saúde (R$ 1,5 bilhão) e Segurança Pública (1,3 bilhão), por exemplo. Apenas os gastos com Educação ficaram acima dos de Previdência (R$ 2,1 bilhões).

Na avaliação do economista do Departamento de Assuntos Fiscais do Ministério do Planejamento, Arnaldo Lima, com a reforma da Previdência, esse quadro pode mudar. “Poderemos investir mais em Saúde e Educação, especialmente na primeira infância, para que no futuro a pessoa tenha condições melhor de inclusão previdenciária”, analisa.

De acordo com o IPEA, o déficit previdenciário de Goiás estava em 2015, entre 6,5% e 13% da Receita Corrente Líquida, que é a soma dos gastos tributários de um governo. Além disso, dados de projeção da Secretaria de Previdência do Ministério do Planejamento indicam que o rombo total da Previdência deve chegar a 181 bilhões de reais, este ano.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212