Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Único acelerador de partículas dedicado à arte volta a funcionar em Paris - Jornal Brasil em Folhas
Único acelerador de partículas dedicado à arte volta a funcionar em Paris


O único acelerador de partículas do mundo dedicado à arte foi reinaugurado nesta quinta-feira (23) em Paris, após uma renovação, com o objetivo de ajudar os especialistas a analisarem obras antigas.

O Acelerador Grande Louvre de Análise Elementar (Aglae), de 27 metros de comprimento, permite determinar a composição química de um objeto de arte sem ter que extrair nenhuma amostra.

Concebido em 1988 pelo Centro de Pesquisa e Restauração de Museus da França (C2RMF), o acelerador foi desmontado no ano passado para ser renovado, com um orçamento de 2,1 milhões de euros ao longo de sete anos e financiado pelo Estado e a prefeitura de Paris.

Sua emissão de raios X, gama e de luz permite detectar todos os elementos químicos nas camadas superficiais de uma obra de arte.

Ao mesmo tempo, após sua renovação, o acelerador dispõe de um multidetector muito mais sensível que antes, reduzindo as doses de radiações e permitindo analisar materiais sensíveis como as camadas pictóricas, sem risco de danificá-las.

Até agora, quase nunca analisávamos as pinturas, visto que tínhamos medo de provocar uma mudança de cor com os raios. Mas agora sim vamos utilizar o acelerador, declarou Isabelle Pallot-Frossard, diretora do C2RMF.

Por enquanto, as primeira obras estudadas pelo novo Aglae são pequenas estátuas de bronze que representam deuses romanos, descobertas em 1969 na França, perto da fronteira com a Bélgica.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212