Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Feb de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 MP visita cadeia de Benfica para apurar possíveis privilégios a Sérgio Cabral - Jornal Brasil em Folhas
MP visita cadeia de Benfica para apurar possíveis privilégios a Sérgio Cabral


O promotor do Ministério Público (MP) estadual do Rio de Janeiro Claudio Calo visitou hoje a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, para verificar possíveis privilégios concedidos ao ex-governador Sérgio Cabral, que está preso na unidade. Entre os supostos benefícios concedidos ao ex-governador e outros presos da Operação Lava Jato estaria a instalação na cadeia de um sistema de home theater, composto de televisão de tela plana com 60 polegadas, DVD e caixas de som. Ao visitar o local, o promotor conversou com Cabral e outras pessoas sobre o episódio.

Calo avaliou que, caso sejam comprovadas as irregularidades, Cabral poderia ser transferido para outro presídio, como Bangu. “Se ficar comprovada o envolvimento dele [Cabral] nesses fatos, acho demasiado mandar para um presídio de segurança máxima, talvez um presídio em Bangu atinja [o objetivo], para evitar que ele tenha contato com o complexo de Benfica. Isto é considerado prática de crime dentro de unidade prisional e infração disciplinar. Cabe à Seap [Secretaria de Estado de Administração Penitenciária] e à Vara de Execuções Penais adotar as medidas cabíveis. Podem alguns benefícios serem cancelados ou ele ser transferido para um presídio mais rigoroso, como o Complexo de Gericinó”, disse o promotor.

O episódio do home theater veio a público em outubro e levou o MP a instaurar inquérito para apurar os fatos. O equipamento seria uma doação da Igreja Batista do Méier, segundo divulgou inicialmete a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). No entanto, a instituição esclareceu que não autorizou doação de aparelho eletrônico a qualquer complexo penitenciário.

Calo ressaltou, ao deixar a cadeia, que a versão inicial de que o equipamento teria sido doado por uma igreja já restou comprovada como falsa e que será investigado quem deixou entrar o home theater no presídio, podendo ser responsabilizados na esfera criminal, por falsidade ideológica, e na administrativa, por improbidade.

A defesa do ex-governador Cabral foi procurada para se manifestar sobre a possível transferência dele para outro persídio, mas até a publicação desta matéria ainda não havia se pronunciado.

 

Últimas Notícias

Relatora da intervenção no Rio aponta falta de dados no decreto
Quando a coisa fica ruim no Rio, desanda nos outros Estados
Presença do Exército trará algum desconforto, diz porta-voz
Últimos dias de inscrição ao processo seletivo para professor da Rede Itego
Transposição do Capivari garante abastecimento durante a estiagem em Anápolis
Polícia de Inhumas indicia secretário, dois servidores e empresária por fraude em licitação
Lista de devedores contumazes é atualizada pela Sefaz
Lançado o Plano Goiás Seguro para combater o déficit previdenciário

MAIS NOTICIAS

 

Em meio a racionamento, principal reservatório do DF atinge 50% de volume útil
 
 
Temer: governo vai trabalhar para que reduções da gasolina cheguem às bombas
 
 
Moreira pede ao Cade para investigar preços em postos de combustíveis
 
 
Sete escolas de samba abrem desfile hoje em São Paulo
 
 
Identificação e cuidados com a saúde garantem carnaval tranquilo para crianças
 
 
Carnaval no Sambódromo da Marquês de Sapucaí começa hoje no Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212