Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Frentes de serviço estão aceleradas nas dez maiores obras em execução em Goiás - Jornal Brasil em Folhas
Frentes de serviço estão aceleradas nas dez maiores obras em execução em Goiás


As frentes de serviço das dez maiores obras do Goiás na Frente em execução no Estado avançam e serão entregues pelo Governo de Goiás no ano que vem. Executadas pela Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), as obras estão recebendo investimentos que variam de R$ 100 milhões a R$ 330 milhões e estão distribuídas em diferentes regiões goianas: Goiânia, Anápolis, Nerópolis, Uruaçu, Chapadão do Céu, Mineiros, Caldas Novas, Morrinhos e Colinas do Sul.

“Estamos construindo obras de infraestrutura econômica e social estratégicas para o desenvolvimento de Goiás nas próximas gerações”, afirma o governador Marconi Perillo, que acompanha de perto a execução de todas as obras. “Vamos deixar um legado de crescimento, da agricultura aos serviços, com destaque para o turismo, construindo, principalmente uma malha logística, além de obras de educação e saúde que vão aumentar a qualidade de vida dos goianos”, afirma.

Juntas, as dez obras somam R$ 1,684 bilhão em investimentos. A mais cara, em fase final, é o Aeroporto de Cargas de Anápolis, orçado em R$ 332 milhões. A pista está praticamente pronta, e poderá receber os maiores aviões do mundo. Ela será integrada à Plataforma Multimodal de Anápolis, consolidando o município como um dos maiores polos logísticos do País.

Também fica em Anápolis e quinta maior obra em execução no Estado, o Centro de Convenções de Anápolis, complexo que vai reforçar a vocação da cidade para eventos e a logística. A obra, segundo a Agetop, está 73% executada e receberá investimento total de quase R$ 155 milhões.

Da 2ª à 4ª posição no ranking de maiores obras em execução estão três rodovias estaduais, duas delas obras de duplicação. São as rodovias estaduais GO-070, GO-080 e GO-132. A duplicação do trecho final da GO-070, entre Itauçu e a cidade de Goiás, com extensão de 66,9 quilômetros, está 81,1% concluída e receberá R$ 253 milhões em investimentos. É a segunda obra mais cara em execução no Estado, informa a Agetop.

A duplicação da rodovia estadual GO-080, entre Goiânia e Nerópolis, no entroncamento com a rodovia federal BR-153, é a terceira maior obra em execução no Estado. O trecho com obras de duplicação em andamento tem 63,3 quilômetros de extensão e recebe investimentos de R$ 219,2 milhões. A construção das duas pistas está 82% concluída, segundo a Agetop.

Entre Colinas do Sul e Minaçu está em construção a rodovia estadual GO-132, a quarta obra mais cara em execução no Estado. Ela está 90,7% pronta e recebendo investimentos de R$ 191,2 milhões em seus 83,9 quilômetros de extensão. A rodovia é estratégica porque vai encurtar a distância entre o Entorno do Distrito Federal e o Norte goiano.

A duplicação da rodovia estadual GO-213, entre Morrinhos e Caldas Novas é a 6ª obra mais cara em execução no Estado pela Agetop. Cada pista tem 48,3 quilômetros de extensão e a rodovia receberá ao todo R$ 129,6 milhões em investimentos do Goiás na Frente. A duplicação é estratégica para o turismo do Estado, já que Caldas está entre os principais destinos do País.

O Hospital Regional de Uruaçu, que vai integrara a Rede Hugo, é a sétima obra mais cara em execução no Estado. Com valor contratado de R$ 111,2 milhões, a unidade está com as obras 79% concluídas. O hospital é uma demanda histórica da região e nascerá como um dos maiores da rede estadual de saúde.

O Goiás na Frente é o maior programa de investimentos do Brasil pós-crise. São R$ 9 bilhões em investimentos públicos e privados, dos quais R$ 6 bilhões são em recursos públicos. Da fatia de recursos públicos, R$ 5 bilhões do são do Tesouro Estadual e R$ 1 bilhão são da União. Desses R$ 5 bilhões, além disso, R$ 500 milhões estão reservados para os convênios com as prefeituras, que recebem os recursos e executando as próprias obras, de acordo com suas prioridades.

As três obras que completam a lista das dez maiores também são rodovias. À frente da lista esta a construção da rodovia estadual GO-306, do entroncamento da GO-341, em Mineiros, com a GO-050, em Chapadão do Céu. A rodovia tem 62,3 quilômetros de extensão e, segundo a Agetop, custará, o valor total de R$ 109,6 milhões – a obra está 42,5% concluída.

De Divinópolis de Goiás ao entroncamento da rodovia estadual GO-118 está em construção a rodovia estadual GO-447, a 9ª maior obra em execução no Estado, com 41,6% dos serviços concluídos. São R$ 96,9 milhões em investimentos com recursos do Goiás na Frente, informa a Agetop.

Entre Chapadão do Céu entroncamento da rodovia federal BR-364 está em construção a rodovia estadual GO-050, que completa a lista das dez maiores obras em execução no Estado pela Agetop, com recursos do Goiás na Frente. São 123 quilômetros de extensão estratégicos para a economia da região e sua interligação como extremo Sul de Goiás. Ela está 31,2% concluída e receberá investimento total de R$ 96,9 milhões.

As 10 maiores obras em execução no Estado:

1.º lugar
Aeroporto de Cargas de Anápolis (fase final)
Valor contratado: R$ 332 milhões

2.º lugar
GO-070: Itauçu/Goiás (duplicação) / (66,9 quilômetros)
Valor contratado: R$ 253 milhões (81,1% concluídos)

3.º lugar
GO-080: Nerópolis/BR-153 (duplicação) / (63,3 quilômetros)
Valor contratado: R$ 219,2 milhões (82% concluídos)

4.º lugar
GO-132: Colinas do Sul/Minaçu / (83,9 quilômetros)
Valor contratado: R$ 191,2 milhões (90,7% concluídos)

5.º lugar
Centro de Convenções de Anápolis
Valor contratado: R$ 154,3 milhões (73% concluídos)

6.º lugar
GO-213: Morrinhos/Caldas Novas (duplicação) / (48,3 quilômetros)
Valor contratado: R$ 129,6 milhões (35,6% concluídos)

7.º lugar
Hospital Regional de Uruaçu
Valor contratado: R$ 111,2 milhões (79% concluídos)

8.º lugar
GO-306: Entroncamento da GO-341 (Mineiros) com a GO-050 (Chapadão do Céu) / (62,3 quilômetros)
Valor contratado: R$ 109,6 milhões (42,5% concluídos)

9.º lugar
GO-447: Divinópolis de Goiás/Entroncamento com a GO-118 (60,8 quilômetros)
Valor contratado: R$ 96,9 milhões (41,6% concluídos)

10.º lugar
GO-050: Chapadão do Céu/BR-364 (123 quilômetros)
Valor contratado: R$ 96,9 milhões (31,2% concluídos)

 

Últimas Notícias

Justiça condena funcionários por fraude na tragédia de Nova Friburgo
Jornalista e radialista Laerte Junior morre aos 52 anos
Prazo para consolidar dívidas do Refis começa nesta segunda
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018
Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212