Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 O que esperar do Tesouro Direto em 2018 com a menor taxa de juros da história? - Jornal Brasil em Folhas
O que esperar do Tesouro Direto em 2018 com a menor taxa de juros da história?


SÃO PAULO - Os títulos do Tesouro Direto acumulam fortes ganhos ao longo de 2017, com destaque para o Tesouro Prefixado 2023 (LTN) que registra valorização de 17,13% no período. Como base de comparação, o mesmo título paga 10,15% se adquirido nesta terça-feira (5).

Veja o desempenho dos títulos do Tesouro Direto em novembro e no acumulado de 2017:

Título do Tesouro Direto

Rendimento bruto em novembro

Rendimento bruto em 2017

Tesouro Prefixado 2018 (LTN)

0,54%

10,62%

Tesouro Prefixado 2019 (LTN)

0,69%

14,18%

Tesouro Prefixado 2020 (LTN)*

0,53%

11,83%

Tesouro Prefixado 2021 (LTN)

0,18%

16,27%

Tesouro Prefixado 2023 (LTN)

-0,90%

17,13%

Tesouro IPCA+ 2019 (NTN-B Principal)

0,52%

12,40%

Tesouro IPCA+ 2024 (NTN-B Principal)

-1,10%

12,97%

Tesouro IPCA+ 2035 (NTN-B Principal)

-2,56%

10,77%

Tesouro IPCA+ 2045 (NTN-B Principal)*

-4,39%

3,70%

Tesouro Selic 2021 (LFT)

0,54%

9,52%

Tesouro Selic 2023 (LFT)*

0,54%

8,25%

*títulos emitidos em 8 de fevereiro

Apesar do bom desempenho ao longo do ano, as incertezas políticas relacionadas à aprovação da reforma da Previdência pressionaram o resultado de novembro. As taxas subiram em novembro e a marcação ficou negativa devido a um momento de bastante incerteza. O que está sendo precificado pelo mercado é a reforma da Previdência, explica o consultor em finanças e professor Alan Ghani.

O consultor em finanças e professor Alan Ghani mostra, no programa “Tesouro Direto com Ganhos Turbinados”, as expectativas para o desempenho dos títulos em 2018.

Ghani também responde perguntas de leitores enviadas via Facebook e via e-mail ([email protected]). O especialista ainda aprofunda suas explicações sobre ganhos turbinados no Tesouro Direto em seu curso online.

O programa “Tesouro Direto com Ganhos Turbinados” vai ao ar todas as quintas-feiras, ao vivo, a partir das 14h (horário de Brasília), com apresentação de Weruska Goeking, jornalista do InfoMoney.

Veja os tipos de títulos do Tesouro Direto existentes atualmente:

Tesouro Prefixado (LTN): o investidor sabe exatamente quanto receberá no momento da compra, recebendo todo o valor após a data de vencimento, independente das mudanças de cenário para os investimentos. A rentabilidade pode ser diferente dependendo do prazo para aplicação – quanto mais longo, normalmente maior é a taxa.

Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F): o investidor também sabe exatamente quanto receberá no momento da compra, mas o fluxo de pagamento é diferente: nesse título público, o investidor recebe pagamentos a cada seis meses, que funcionam como uma antecipação da rentabilidade contratada.

Tesouro Selic (LFT): esse é um título público em que o rendimento é totalmente atrelado à taxa Selic, o que normalmente é indicado para investidores de perfil mais conservador. Essa taxa tem a sua meta definida pelo Banco Central, em um período próximo a cada 40 dias, e que hoje está em 8,25% ao ano. O pagamento é feito apenas após a data de vencimento.

Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal): a rentabilidade desse título público é dividida em duas partes: uma parcela prefixada e outra parcela atrelada ao IPCA, o índice oficial de inflação usado pelo Governo. Essa composição garante que o investidor sempre terá um retorno acima da inflação, e por isso costuma ser indicado para aplicações de longo prazo. O pagamento é feito apenas após a data de vencimento.

Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B): Semelhante ao IPCA+, a rentabilidade também é dividida entre uma taxa prefixada e a variação do IPCA, mas com a diferença de que o Tesouro Nacional realiza pagamentos semestrais, para quem busca complementar a renda com os títulos públicos.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212