Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Para relator, reclamação de corte na verba da Polícia Federal é descabida - Jornal Brasil em Folhas
Para relator, reclamação de corte na verba da Polícia Federal é descabida


O relator-geral do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), classificou nesta quinta, 7, como descabida a reclamação do corte de 3,7% da verba prevista para a Polícia Federal neste ano. Em nota, o parlamentar disse que a PF executou somente 74% do orçamento de 2015 da unidade manutenção de transporte - uma dos motivos de reclamação de investigadores da corporação.

O deputado informou que a proposta orçamentária de 2016 chegou ao Congresso com uma previsão de R$ 5,808 bilhões para a Polícia Federal. Segundo ele, o governo solicitou, por meio de um ofício de novembro passado, um corte de R$ 120 milhões. Segundo ele, após ajustes para se atingir a meta fiscal, a lei foi aprovada com uma previsão de recursos para a PF de R$ 5,593 bilhões.

Barros disse ainda que, na votação do orçamento de 2016 em plenário, foram apresentados 22 destaques para tentar aumentar recursos, a exemplo do Tribunal de Contas da União (TCU), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da Justiça Federal. Todos eles foram atendidos pelo relator-geral. Contudo, disse, não houve quem propusesse qualquer tipo de recomposição para a PF em plenário.

Reafirmo meu apoio às investigações da PF assim como as do Ministério Público que negociou os cortes e foi atendido. Refuto qualquer tentativa de pessoalizar os cortes. Se dependesse só de mim teríamos cortado os RS 10 bilhões do Bolsa Família, mas vale a vontade do plenário, portanto cabe a PF trabalhar junto ao Ministério da Justiça a recomposição dos valores, já que não solicitou tal recomposição no plenário do Congresso, disse o deputado, em nota.

O relator reafirmou que o corte de apenas 3,7%, é bem menor que os cortes feitos nos órgãos do Judiciário, por exemplo, que tiveram redução media de 5,6%.

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE