Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Cid Gomes diz que manterá na Justiça acusação contra Temer - Jornal Brasil em Folhas
Cid Gomes diz que manterá na Justiça acusação contra Temer


O ex-ministro da Educação Cid Gomes afirmou que sustentará, perante a Justiça, a acusação que fez contra o vice-presidente Michel Temer durante convenção nacional do PDT, em 17 de outubro. Na ocasião, ele chamou o peemedebista de chefe da quadrilha de achacadores que assola o Brasil.

A declaração provocou reação de Temer e do PMDB. Sem alarde, o vice-presidente e seu partido ingressaram em 5 de novembro com uma representação criminal na Justiça Federal de Brasília contra o ex-governador cearense, acusando-o de ter cometido os crimes de calúnia, injúria e difamação.

Muito menos o Brasil pode avançar se entregar a Presidência da República ao símbolo do que há de mais fisiológico e podre na política brasileira, que é o PMDB liderado por Michel Temer, chefe dessa quadrilha que achaca e assola o nosso País, afirmou Cid durante o evento do PDT em outubro do ano passado.

O ex-governador cearense evitou comentar o processo. Disse que só vai falar sobre o assunto perante a Justiça, quando for acionado, que diz não ter ocorrido até o momento. Apesar disso, afirmou que naturalmente manterá a acusação contra o vice-presidente da República perante a Justiça.

Andamento

O Ministério Público Federal no Distrito Federal já apresentou parecer em que opina pelo parcial recebimento da queixa-crime proposta por Temer. Para o MP, a acusação para transformar Cid Gomes em réu deve ser recebida apenas quanto ao crime de injúria, quando há uma ofensa à dignidade ou ao decoro de alguém.

A Justiça Federal do DF, contudo, não discutiu ainda o mérito da ação. O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal, decidiu remeter o caso para a Justiça Federal do Ceará, Estado do ex-ministro, por entender que a Seção Judiciária de Brasília não é competente para processar e julgar o fato.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212