Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Cid Gomes diz que manterá na Justiça acusação contra Temer - Jornal Brasil em Folhas
Cid Gomes diz que manterá na Justiça acusação contra Temer


O ex-ministro da Educação Cid Gomes afirmou que sustentará, perante a Justiça, a acusação que fez contra o vice-presidente Michel Temer durante convenção nacional do PDT, em 17 de outubro. Na ocasião, ele chamou o peemedebista de chefe da quadrilha de achacadores que assola o Brasil.

A declaração provocou reação de Temer e do PMDB. Sem alarde, o vice-presidente e seu partido ingressaram em 5 de novembro com uma representação criminal na Justiça Federal de Brasília contra o ex-governador cearense, acusando-o de ter cometido os crimes de calúnia, injúria e difamação.

Muito menos o Brasil pode avançar se entregar a Presidência da República ao símbolo do que há de mais fisiológico e podre na política brasileira, que é o PMDB liderado por Michel Temer, chefe dessa quadrilha que achaca e assola o nosso País, afirmou Cid durante o evento do PDT em outubro do ano passado.

O ex-governador cearense evitou comentar o processo. Disse que só vai falar sobre o assunto perante a Justiça, quando for acionado, que diz não ter ocorrido até o momento. Apesar disso, afirmou que naturalmente manterá a acusação contra o vice-presidente da República perante a Justiça.

Andamento

O Ministério Público Federal no Distrito Federal já apresentou parecer em que opina pelo parcial recebimento da queixa-crime proposta por Temer. Para o MP, a acusação para transformar Cid Gomes em réu deve ser recebida apenas quanto ao crime de injúria, quando há uma ofensa à dignidade ou ao decoro de alguém.

A Justiça Federal do DF, contudo, não discutiu ainda o mérito da ação. O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal, decidiu remeter o caso para a Justiça Federal do Ceará, Estado do ex-ministro, por entender que a Seção Judiciária de Brasília não é competente para processar e julgar o fato.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212