Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Alckmin diz que corte de Orçamento tem o objetivo de segurar empregos - Jornal Brasil em Folhas
Alckmin diz que corte de Orçamento tem o objetivo de segurar empregos


Após decretar cortes de no mínimo 15% em contratos e congelar novas contratações, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, 7, que o objetivo das medidas é aprimorar a gestão de recursos e assegurar empregos em São Paulo. O decreto foi publicado após a arrecadação do Estado sofrer queda real de 4,5% em 2015.

Nós estamos cortando custeio, evitando aluguel de carro, de prédios, de todo custeio, para preservar o investimento. Investimento é o gasto bom, que segura emprego, afirmou Alckmin em entrevista à Rádio Globo na manhã desta quinta. Todo ajuste fiscal que estamos fazendo é para segurar os empregos em infraestrutura e logística.

Publicado ontem no Diário Oficial, o decreto determina que os órgãos das administrações direta e indireta renegociem todos os contratos com custo maior do que R$ 750 mil. A medida também congela a contratação de imóveis novos para abrigar prédios públicos e veículos para deslocamento dos funcionários públicos.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, a subsecretária de Parcerias e Inovação da Secretaria de Estado de Governo, Karla Bertocco, afirmou que R$ 24 bilhões do Orçamento total do Estado, previsto em R$ 207 bilhões ao todo, são compostos por gastos de custeio que podem ser alvo de manobras para economia de gastos. Segundo afirma, ações de economia permitiram que cerca de R$ 450 milhões fossem poupados em 2015.

O alvo dos cortes são os contratos de consultorias, de serviços de tecnologia e as locações. Cerca de 900 contratos na administração podem sofrer os cortes. A determinação do governador foi que as atividades essenciais, saúde, educação, segurança pública e administração penitenciária, não sofressem cortes. Assim, buscamos um decreto que contasse nas atividades meios do governo, afirmou a subsecretária.

Receitas

Dados da Secretaria de Estado da Fazenda mostram que, da previsão de arrecadação total de R$ 231 bilhões no ano de 2015, o governo do Estado só arrecadou de fato R$ 213 bilhões, o que representa 7,5% menos. Foi a maior queda dos últimos cinco anos. Em 2010, 2011 e 2013, a arrecadação final chegou a ser até superior à projeção inicial.

 

Últimas Notícias

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores
Viagens domésticas podem chegar a cerca de 3 milhões no feriado
Brasil está bem para resistir a choques, diz Goldfajn para FMI
Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco
Juiz decide manter Cabral na cela de isolamento
Justiça decreta prisão de 15 milicianos que agem na zona oeste do Rio
Uma das Sete Maravilhas do Mundo, Cristo Redentor completa 87 anos
Aplicativo vai auxiliar na fiscalização de motoristas e veículos

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212