Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Governador cumpriu movimentada agenda nacional este ano - Jornal Brasil em Folhas
Governador cumpriu movimentada agenda nacional este ano


O ano de 2017 foi intenso de compromissos para o governador Marconi Perillo em Goiás e em outros estados, além de atividades em Brasília e nos países que compuseram o roteiro de missões comerciais. Marconi recebeu título de cidadão, realizou palestras, participou de congressos e fóruns, incluindo agendas do Consórcio Brasil Central. Nesses eventos, debateu relevantes temas que dizem respeito à economia e ao desenvolvimento do Brasil.

Os títulos e os convites para palestras e debates em fóruns se deram em razão do reconhecimento ao trabalho realizado por Marconi em Goiás, estado que conseguiu se sobressair à crise econômica nacional antes dos demais; reequilibrou as contas, retomou investimentos e manteve a geração de empregos. De acordo com o Caged, Goiás foi o terceiro estado a gerar, proporcionalmente, o maior número de empregos em 2017: 45 mil novas vagas de trabalho.

A agenda de compromissos se tornou ainda mais densa com a criação do programa Goiás na Frente. Marconi e o vice-governador José Eliton percorreram os 246 municípios goianos para lançar o programa e firmar convênios com as prefeituras. Eles já retornaram a algumas dessas cidades para inaugurar obras realizadas com recursos do programa.

Em abril, Marconi foi homenageado, em São Paulo, com a medalha Mérito Solidarista, pelo Partido Humanista Social (PHS). O encontro nacional da legenda foi realizado no plenário da Assembleia Legislativa paulista, com a presença do governador Geraldo Alckmin. Presidente da sigla, Eduardo Machado disse, na época, que Marconi era o melhor exemplo de gestor público. Precisava, portanto, ser homenageado. “Goiás é modelo de administração para o País e tem uma saúde financeira maravilhosa”, observou.

Ainda em abril, Marconi recebeu da Câmara Municipal de Tiradentes (MG) o título de cidadão tiradentino, a mais nobre comenda local e uma das mais importantes do Estado de Minas Gerais. Em discurso, o governador contou que os festivais gastronômicos de Pirenópolis e o Fica, da Cidade de Goiás, tiveram inspiração na experiência exitosa de Tiradentes, antes mesmo de ele conhecer a cidade.

Em setembro, recebeu, na Argentina, o título de Hóspede de Honra da cidade de Buenos Aires. A distinção, mesma honraria concedida ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em 2012, foi oferecida pela Sra. Carmen Polledo, vice-presidente da primeira Legislatura da cidade Autônoma de Buenos Aires. No evento, frisou a importância do relacionamento para os brasileiros. “O que mais une duas pessoas ou dois povos é a experiência de viver os mesmos sonhos”, afirmou, ao apontar as semelhanças da hospitalidade e generosidade goiana com a do país vizinho.

Fóruns – Em abril, participou, em São Paulo, do 1º Fórum Espanha-Brasil, onde debateu o fortalecimento das relações comerciais bilaterais e multilaterais com o Mercado Comum Europeu, como forma de incrementar as exportações brasileiras, especialmente de estados emergentes como Goiás. Ressaltou que o governo de Goiás tem uma política de aproximação com países do mundo todo e também com seus embaixadores, graças às missões empreendidas pelo governo estadual, que ajudaram a transformar Goiás num dos estados mais fortes do País.

Em maio, Marconi voltou a São Paulo para apresentar projeto que visa transformar Alto Paraíso, conhecido mundialmente por suas belezas naturais e misticismo, em uma cidade de referência global em sustentabilidade econômica, social e ambiental, cumprindo as 17 Metas Globais do Desenvolvimento Sustentável, propostas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Depois, participou, no Rio de Janeiro, como palestrante, do XXIX Fórum Nacional – Recessão, crise estadual e da infraestrutura. Para onde vai a economia brasileira?, realizado na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Marconi falou no painel Crise Financeira Estadual, que teve também a participação dos governadores do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e de Santa Catarina, Raimundo Colombo. Ele defendeu a revisão do Pacto Federativo.

O Mercado Comum do Brasil Central voltou a ser debatido em agosto, quando Marconi comandou a discussão do tema em Campo Grande, durante o consórcio de governadores do Brasil Central. Nesse mesmo mês, foi novamente a São Paulo, dessa vez para participar de reunião com empresários integrantes do Movimento Brasil Competitivo (MBC), para avaliar as ações da entidade desde o seu surgimento, há 15 anos, e planejar as diretrizes para os próximos anos.

Em setembro, Marconi esteve em São Paulo para participar do Fórum do Agronegócio Sustentável, realizado na sede da Associação Paulista de Supermercados, na região do Alto da Lapa, promoção do jornal Folha de S. Paulo. Ele defendeu com veemência uma reformulação da Lei Kandir, para que os estados tenham garantias de retorno em impostos sobre o que exportam.

No mês de outubro, foi a Rio Branco (Acre) participar do Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional. Ele defendeu maior participação da União, criação de um Fundo para a Segurança Pública e um efetivo controle das fronteiras, como forma de combater o tráfico de drogas e armas para o Brasil.


 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212