Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 MEC libera recursos para Hospital do Fundão e alojamento estudantil da UFRJ - Jornal Brasil em Folhas
MEC libera recursos para Hospital do Fundão e alojamento estudantil da UFRJ


O Ministério da Educação (MEC) liberou hoje (13) uma verba de R$ 8,6 milhões para a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O ministro da Educação, Mendonça Filho, recebeu o reitor da universidade, Roberto Leher, e anunciou a liberação do dinheiro. De acordo com o ministro, “esses recursos demonstram nosso compromisso no custeio e manutenção das universidades brasileiras.

Do total, R$ 4,6 milhões vão para o custeio do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, conhecido como o Hospital do Fundão. A unidade funciona como hospital escola da UFRJ e é referência no tratamento de várias doenças e no treinamento de novos médicos.

O reitor explicou ainda que os R$ 4 milhões para o Hospital do Fundão serão usados, basicamente, para complementar o pagamento de trabalhadores não concursados, chamados de extraquadro, e que ainda permanecem no hospital. “Esse recurso vai possibilitar a manutenção do funcionamento de um grande hospital universitário, que é o Hospital do Fundão, uma referência no Brasil inteiro em termos de alta complexidade”, avaliou Leher.

Alojamentos

Outros R$ 4 milhões serão destinados à construção de módulos pré-moldados para uma residência estudantil. Em agosto deste ano, após um incêndio, um alojamento da UFRJ teve as instalações destruídas. O reitor da universidade afirmou que essa verba vai possibilitar que 540 estudantes sejam beneficiados e é muito importante para assegurar a permanência dos alunos que habitavam a moradia onde ocorreu o incêndio.

“Foi uma situação muito dura para a universidade e os estudantes que moravam ali ficaram desabrigados. Desde então, nós estamos buscando soluções emergenciais e uma das alternativas que encontramos foi justamente a aquisição de módulos habitacionais, pré-moldados, que serão viabilizados com esses recursos que o MEC liberou”. O reitor lembrou que esses pré-moldados são feitos com a expectativa de duração de aproximadamente 10 anos.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212