Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Flamenguistas são presos após confronto com torcedores do Independiente - Jornal Brasil em Folhas
Flamenguistas são presos após confronto com torcedores do Independiente


Quarenta e oito torcedores do Flamengo foram detidos na madrugada de hoje (13) acusados de jogarem fogos de artifício e rojões em direção a hotéis na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, e em Copacabana, na zona sul, onde estão hospedados membros da delegação do time argentino do Independiente.

O Flamengo e o Independiente decidem hoje a Copa Sul-Americana, às 21h45 (horário de Brasília), no Maracanã.

Segundo a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, a confusão começou em frente ao hotel na avenida Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca, onde torcedores dos times adversários estavam se provocando, o que gerou grande tumulto. Segundo a PM, rubro-negros jogaram fogos de artifícios e rojões em direção ao hotel, e o Batalhão de Choque foi acionado para conter a desordem.

Ainda de acordo com a polícia, em seguida, torcedores do Flamengo começaram a se concentrar na Avenida Atlântica, próximo a um hotel para onde parte da delegação argentina teria sido deslocada após a confusão. Segundo a PM, fogos de artifício foram lançados contra edifícios ao longo da via e em direção aos agentes. A Guarda Municipal informou que foi necessário usar bombas de gás para conseguir conter o tumulto na Avenida Atlântica.

Na ação, 25 morteiros foram apreendidos, além pedras portuguesas e garrafas de vidro. O caso foi registrado 12ª DP (Copacabana), para onde os acusados foram encaminhados.

Associação de Hotéis

O presidente da Associação de Hotéis do Estado do Rio, Alfredo Lopes, divulgou nota para informar que a entidade está acompanhando a situação com preocupação, pois, para a entidade, a grande movimentação e o comportamento violento das torcidas oferecem risco não somente aos jogadores, mas também aos funcionários dos hotéis e aos demais hóspedes.

“Já fizemos contato com o governador para viabilizar um reforço na segurança, conseguimos aporte da Polícia Militar para a área crítica e estamos prestando todo suporte ao hotel para controlar a situação. O mercado sul-americano é um dos principais emissores de turistas ao Rio de Janeiro, inclusive liderando as reservas entre os turistas internacionais para este verão. É nosso papel garantir que a passagem deles pela cidade seja segura, independentemente dessa rixa entre torcidas”, disse Lopes.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212