Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Airbus, investigada por corrupção, vai mudar diretoria - Jornal Brasil em Folhas
Airbus, investigada por corrupção, vai mudar diretoria


A Airbus anunciou, nesta sexta-feira, um projeto de reestruturar sua direção, mudando dois de seus maiores líderes, enquanto as investigações por supostos casos de corrupção continuam a fragilizar a gigante europeia da aeronáutica.

O grupo afirmou que seu diretor-executivo, o alemão Tomas Enders, não vai renovar seu mandato, que termina em 2019. O número dois da Airbus, o francês Fabrice Brégier, também será substituído, em fevereiro, pelo diretor da Airbus Helicopters, Guillaume Faury.

O conselho de administração decidiu restruturar a direção da empresa para garantir uma sucessão organizada no alto escalão da Airbus, anunciou nesta sexta-feira em um comunicado.

A Airbus é alvo de investigações por autoridades financeiras na França e no Reino Unido por irregularidades em transações.

As investigações foram iniciadas no ano passado depois que a própria Airbus expressou suspeitas de irregularidades.

O grupo é alvo de outras investigações na Áustria e na Alemanha pela venda de aviões de combate Eurofighter ao governo austríaco. Enders está entre as pessoas investigadas no país, apesar de que, segundo autoridades alemãs, há provas escassas de corrupção.

A responsabilidade do conselho de administração é preparar uma sucessão ordenada (...) para garantir a estabilidade a longo prazo e o sucesso futuro da Airbus, comentou o diretor do grupo europeus, Denis Ranque.

Tom Enders tem todo nosso apoio para levar a cabo essa mudança de geração, acrescentou.

- Mudanças na cúpula -

Na reunião do conselho de administração realizada na noite de quinta-feira, Enders, de 59 anos, tinha informado que não desejava um segundo mandato de diretor-executivo e deixará suas funções em abril de 2019.

Nos próximos 16 meses, colaborarei com o conselho de administração para garantir uma transição fluida com o próximo diretor-executivo e uma nova geração de dirigentes. Me concentrarei em nossos desafios comerciais e continuarei fazendo avançar e reforçar nossos programas de ética, acrescentou.

Já Brégier, de 56 anos, vai deixar suas funções à frente da Airbus Commercial Aircraft, o braço de aviação comercial, em fevereiro de 2018, quando Faury assumirá o cargo.

O sucessor de Faury na Airbus Helicopters será decidido nas próximas semanas, indicou o grupo.

Pela tradição da empresa, Brégier - que estava há 25 anos na Airbus - poderia aspirar à sucessão de Enders.

A situação da Airbus é acompanhada de perto por França e Alemanha, ambos acionistas (22% cada) do grupo. A Airbus é uma gigante que emprega 134 mil pessoas e contribui muito para o volume de comércio exterior dos dois países.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212