Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Congresso do Equador aprova julgamento de impeachment de vice-presidente por caso Odebrecht - Jornal Brasil em Folhas
Congresso do Equador aprova julgamento de impeachment de vice-presidente por caso Odebrecht


O Congresso do Equador aceitou, neste domingo (17), abrir o julgamento do impeachment do vice-presidente, Jorge Glas, condenado em primeira instância à prisão por receber propinas da construtora brasileira Odebrecht, aproximando-se da destituição do cargo.

Com quatro votos dos sete integrantes, o Conselho de Administração Legislativa (CAL) - órgão mais alto no Congresso, encarregado de planejar suas atividades - aprovou o processo, que agora será encaminhado à Corte Constitucional. O tribunal tem um prazo de cinco dias para informar se admite ou não o processo de impeachment.

Caso a decisão da Corte seja favorável, o trâmite vai passar à comissão de fiscalização da Assembleia Nacional. Ela também precisa aprovar que a votação seja levada ao plenário.

Glas, que mantém o cargo apesar de estar preso acusado de associação ilícita, poderia perdê-lo se dois terços dos políticos votarem por sua destituição.

O vice-presidente, preso desde 2 de outubro, também pode perder o cargo - para o qual foi reeleito há oito meses em chapa com Lenín Moreno - se for registrada a sua ausência definitiva do posto.

Apesar de afirmar que está fazendo uso de suas férias, o que o governo nega, em 2 de janeiro Glas completa três meses afastado do cargo. Assim, o Congresso pode eleger um vice-presidente de uma lista proposta por Moreno, segundo a Constituição

O julgamento do impeachment contra Glas acontece na mesma semana em que, no Peru, a oposição parlamentar prepara um processo para destituir, por incapacidade moral, o presidente Pedro Pablo Kuczynski, também acusado receber pagamentos da Odebrecht.

Glas foi condenado em primeira instância na quarta-feira a seis anos de prisão, por ter recebido propinas milionárias da Odebrecht. A condenação lhe torna o funcionário ativo de mais alto escalão na América Latina a ser sancionado pelo escândalo de corrupção da multinacional brasileira.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212