Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Papa fala com presidente do Equador sobre Amazônia e corrupção - Jornal Brasil em Folhas
Papa fala com presidente do Equador sobre Amazônia e corrupção


O papa Francisco recebeu neste sábado pela primeira vez no Vaticano o presidente do Equador, Lenín Moreno, em uma audiência em que falaram sobre a defesa da Amazônia e a corrupção.

Foram abordados alguns temas de interesse comum como o respeito pelos povos indígenas e sua cultura, assim como a proteção do meio ambiente, indicou a Santa Sé em um comunicado.

O meio ambiente é um tema muito sensível para o Papa, que convocou para outubro de 2019 um sínodo (reunião de bispos) especial dedicado à Amazônia.

Ao término do encontro, o chamado papa ecológico presentou Moreno com sua encíclica Laudato Si, de 2015, um documento-chave de seu pontificado.

Isto é sobre o cuidado do ambiente. Sobre o que falamos sobre o Amazonas, afirmou sua santidade aos jornalistas presentes.

A primeira viagem de Moreno à Europa coincide com o anúncio da justiça equatoriana sobre a condenação em primeira instância a seis anos de prisão do vice-presidente Jorge Glas, por ter recebido 13,5 milhões de dólares em propinas da empreiteira brasileira Odebrecht.

O escândalo envolvendo a Odebrecht sacudiu os círculos do poder e a política de quase todos os países da região e não se descarta que em função disso ainda possam ser cortadas muitas cabeças.

Na viagem, Moreno ainda recebeu oficialmente dos Museus Vaticanos uma tzanza, o pequeno crânio de um guerreiro da tribo amazônica Shuar, que fazia parte da coleção do museu.

A devolução de uma peça é algo raro para a instituição, que tem uma das maiores coleções de arte e arqueologia do mundo. A tzanza nunca foi exposta.

As negociações entre delegados do Vaticano, representantes do setor etnográfico e o atual ministro de Cultura e Patrimônio do Equador, Raúl Pérez Torre, começaram em agosto passado, em Quito.

A peça será entregue ao Museu Etnográfico de Pumapongo, na cidade equatoriana de Cuenca (sul).

 

Últimas Notícias

Temer deixa prédio da Polícia Federal no Rio
Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212