Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Presidente Hernández declarado vencedor em polêmica eleição em Honduras - Jornal Brasil em Folhas
Presidente Hernández declarado vencedor em polêmica eleição em Honduras


O presidente Juan Orlando Hernández foi declarado oficialmente como vencedor na polêmica eleição em Honduras, ao mesmo tempo que a oposição anunciou a retomada dos protestos.

O presidente reeleito para o quadriênio 2018-2022 é o cidadão Juan Orlando Hernández Alvarado, afirmou o presidente do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE), David Matamoros, três semanas após a votação, que provocou uma polêmica apuração.

O anúncio aconteceu poucas horas depois da viagem do candidato da Aliança Opositora contra a Ditadura, Salvador Nasralla, a Washington para apresentar argumentos sobre a suposta fraude eleitoral à Organização dos Estados Americanos (OEA) e ao Departamento de Estado americano.

O coordenador da aliança de oposição, o ex-presidente Manuel Zelaya, rejeitou a proclamação de Hernández como vencedor.

Rejeitamos absolutamente a declaração do Tribunal Supremo Eleitoral e não reconhecemos qualquer ato porque o povo reconhece Salvador Nasralla como presidente, declarou Zelaya.

Zelaya pediu às Forças Armadas e à polícia que aceitem Nasralla como presidente eleito.

Esta eleição tem que ser anulada. Esta eleição é nula e não vamos respeitá-la, insistiu o ex-presidente, derrubado por um golpe de Estado em 2009.

Um dia antes do anúncio, a irmã do presidente, Hilda Hernández, morreu em um acidente com um helicóptero militar no qual viajava perto da região de Tegucigalpa, o que explica a falta de comemoração no domingo na sede do governante Partido Nacional (PN), que apoiou a reeleição do presidente.

Juan Orlando Hernández, de 49 anos, candidato pelo PN, recebeu 42,95% dos votos, contra 41,24% de Nasralla, um popular apresentador de televisão de 64 anos, de acordo com os dados apresentados no domingo pelo TSE.

Foram eleições com uma transparência nunca vista em Honduras. Desejamos a paz e que voltemos a nos abraçar como irmão, disse Matamoros.

As dúvidas sobre os resultados surgiram porque após a apuração de 57% dos votos, Nasralla aparecia com cinco pontos de vantagem. Nos dias seguintes, no entanto, após uma série de interrupções no sistema de apuração do TSE, Hernández assumiu a liderança e a manteve até o fim da contagem dos votos.

A mudança provocou a revolta dos simpatizantes da oposição, que saíram às ruas para protestar, em manifestações reprimidas pelas forças de segurança.

Nasralla afirmou que 20 pessoas morreram nos protestos, mas o número não foi confirmado pelas autoridades.

O vice-diretor da missão de observadores da União Europeia (UE), Antonio de Gabriel, afirmou que aliança opositora entregou cópias de mais de 14.000 atas de apuração e que os resultados coincidem com os que foram publicados pelo TSE.

O secretário-geral da OEA, Luis Almagro, recomendou que o único caminho possível para que o vencedor seja o povo de Honduras é uma nova convocação de eleições gerais.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212