Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Vaticano proíbe comércio de relíquias - Jornal Brasil em Folhas
Vaticano proíbe comércio de relíquias


O Vaticano advertiu neste sábado os católicos que desejam presentear no Natal relíquias e recordações de santos, que é proibido o seu comércio, principalmente no próspero mercado da internet.

O comércio ou venda de relíquias está absolutamente proibido, determinou a Congregação para a Causa dos Santos, que fixou novas normas para a exposição de relíquias.

Ossos, fios de cabelo, dedos e pedaços de roupa de santos da Igreja Católica, alguns deles preservados e venerados durante séculos, atraem multidões de fiéis aos santuários onde as relíquias são exibidas.

Mas nos últimos anos, sites de comércio de relíquias se multiplicaram e, em vários casos, enganam o comprador.

O Vaticano reiterou que não apenas foi proibida a venda, mas também as relíquias não podem ser expostas em igrejas para a veneração dos fiéis sem um certificado de autenticidade.

O manual elaborado pela Congregação para a Causa dos Santos explica que são consideradas relíquias insignes corpos de beatos e santos, partes notáveis dos mesmo corpos ou todo o volume de cinzas derivado de sua cremação.

São consideradas relíquias não insignes pequenos fragmentos do corpo de beatos ou santos, e objetos que estiveram em contato direto com suas pessoas.

As relíquias também devem ser possivelmente guardadas em urnas seladas, e conservadas e honradas com espírito religioso, evitando qualquer forma de superstição e comercialização, ressalta o Vaticano.

As novas disposições estabelecem que se evite dar publicidade a todo culto indevido, vigiar que não sejam substraídos relíquias ou material das urnas, e lembram que não se pode desmembrar os corpos para confeccionar relíquias.

O Vaticano adverte que, antes de realizar qualquer operação envolvendo as relíquias ou seus restos mortais, deve-se observar tudo o que está prescrito pela lei civil.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212