Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Funcionários do Theatro Municipal protestam mais uma vez por salários atrasados - Jornal Brasil em Folhas
Funcionários do Theatro Municipal protestam mais uma vez por salários atrasados


Os artistas, técnicos e funcionários administrativos da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro fizeram na tarde de hoje (18), nas escadarias do teatro, a terceira manifestação artística do ano em protesto contra os atrasos no pagamento de seus salários e a falta de condições para o funcionamento da tradicional casa de espetáculos, inaugurada em 1909.

Vinculado à Secretaria Estadual de Cultura, o Theatro Municipal tem sido afetado pela crise nas contas do estado.

Integrantes do movimento SOS Theatro Municipal, criado em meio à crise, afirmam que servidores do teatro estão sendo despejados, perdendo a cobertura de plano de saúde e até com dificuldades para comprar comida.

“Nós, bailarinos, cantores, maestros e músicos da orquestra, todos temos formação, somos contratados para funcionar dentro desta casa e estamos impedidos pelas circunstâncias de fazer o nosso ofício, de trabalhar nas nossas temporadas e apresentações”, disse Ciro DAraujo, integrante da comissão de artistas que negocia com o governo estadual. “Nós temos talento para gritar no meio da rua e vamos fazer isso quantas vezes for necessário. A nossa maneira de gritar, de mostrar indignação, é mostrar a nossa arte”, acrescentou, antes do início da apresentação desta segunda.

Além dos funcionários do Municipal, a manifestação teve a participação de artistas da Escola de Dança Maria Olenewa (unidade de formação de bailarinos ligada ao teatro) e também de grupos sem vínculo com a instituição, como a Orquestra Voadora, Passinho Brasil Companhia de Dança, Companhia Brasileira de Ballet, além de integrantes de escolas de samba.

O programa, que atraiu um público de centenas de pessoas, foi aberto com um trecho da cantata Carmina Burana, de Carl Orff, executado pelo ballet, coro e orquestra do Theatro Municipal. Na sequência, os bailarinos Debora Ribeiro e Diego Lima se apresentaram em duo, ao som de trecho da Nona Sinfonia de Beethoven, também executada pela orquestra e pelo coro.

Em seguida, se apresentaram as primeiras bailarinas Cecilia Kerche e Ana Botafogo, essa em duo com o dançarino Carlinhos de Jesus, ao som da música Fascination. A manifestação artística teve ainda um flash mob com os grupos de dança convidados, e foi encerrada com todos cantando Apesar de você, de Chico Buarque.

Na última sexta-feira (15), após a assinatura em Brasília do acordo com o governo federal que autorizou o estado do Rio de Janeiro a contrair um empréstimo de R$ 2,9 bilhões com o banco BNP Paribas, o governador Luiz Fernando Pezão prometeu pagar os salários em atraso do funcionalismo público estadual antes do Natal.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212