Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Agências da ONU lançam campanha contra xenofobia em Roraima - Jornal Brasil em Folhas
Agências da ONU lançam campanha contra xenofobia em Roraima


Nos últimos anos, o Norte do Brasil passou a ser o centro dos debates sobre o fenômeno da migração no país. Segundo o Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa), em 2017, mais de 21 mil venezuelanos solicitaram refúgio ao governo brasileiro, sendo 16 mil só no estado de Roraima.

Por isso, hoje (18), Dia Internacional dos Migrantes, o Unfpa e a Rede Acolher, da Universidade Federal de Roraima, lançaram a campanha “E se Fosse Você”, em Boa Vista (RR). Nela, as entidades, com o apoio de outras agências das Nações Unidas, trazem mensagens de empatia, solidariedade e união entre os povos.

“A ideia da iniciativa é aproximar a população local dos migrantes, a partir do conceito de que estamos todos em constante movimento em busca de nossos sonhos e de melhores condições de vida. Entretanto, nem todos se deslocam e deixam as suas casas porque querem, mas porque precisam”, diz a UNFPA, em comunicado.

A campanha contará com vídeos para as redes sociais e outdoors nas ruas de Boa Vista. Na manhã de hoje, artistas do grupo teatral Locômbia fizeram uma intervenção artística nas ruas de Boa Vista, com a participação de migrantes.

A campanha tem o apoio da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), Escritório Regional para América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) e Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Hoje, em mensagem para o Dia Internacional dos Migrantes, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, pediu mais solidariedade com os 258 milhões de migrantes de todo o mundo. Para ele, é preciso reconhecer as contribuições e os benefícios econômicos, sociais e culturais gerados pelos migrantes. Entretanto, disse que o sentimento de hostilidade tem crescido ao redor do mundo e, por isso mesmo, a solidariedade nunca foi tão urgente como agora.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212