Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Leilão de energia movimenta R$ 5,6 bilhões e gera economia para consumidores - Jornal Brasil em Folhas
Leilão de energia movimenta R$ 5,6 bilhões e gera economia para consumidores


O 25º leilão de Energia Nova (A-4) realizado hoje (18) pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) movimentou R$ 5,6 bilhões em contratos, envolvendo 39,113 mil gigawatts-hora (MWh) de energia comercializada ao preço médio R$ 144,51 por MWh, um deságio médio de 54,65% em relação ao teto dos preços estabelecidos, o que representou uma economia para os consumidores finais de R$ 6,8 bilhões.

Segundo informações da CCEE, do leilão resultou na contratação de 25 empreendimentos de geração de energia, sendo uma Pequena Central Hidrelétrica – PCH (5 MW médios); uma Central de Geração Hidrelétrica - CGH (0,8 MW médio); uma térmica movida a biomassa (8,6 MW médios); duas usinas eólicas (35,6 MW médios); e outras 20 usinas solares fotovoltaicas (170,2 MW médios).

Os empreendimentos contratados estão localizados nos estados do Piauí, envolvendo um total de oito usinas; Pernambuco (5 usinas); Bahia (4 usinas); São Paulo (3 usinas); Rio Grande do Norte (2 usinas); e Mato Grosso, Espírito Santo e Goiás, todos com uma usina cada.

Participaram do leilão, na condição de compradoras da energia negociada, sete concessionárias de distribuição: CEA, CEAL, Cepisa, Coelba, Copel D, EDP ES, Elektro. Os contratos são de 30 anos para as usinas hidrelétricas na modalidade por quantidade e 20 anos para as usinas a biomassa, eólicas e solares.

Segundo informações divulgadas em nota pela CCEE, ao todo, os projetos contratados totalizam 228,7 MW médios de garantia física, e as usinas deverão iniciar o fornecimento de energia elétrica a partir de 1º de janeiro de 2021.

O preço médio final do leilão para as usinas hidráulicas foi de R$ 181,63 por MWh. No caso da usina térmica movida a biomassa, o preço médio foi de R$ 234,92/MWh, para as plantas eólicas foi de R$ 108/MWh e para as usinas solares o preço médio fechou em R$ 145,68/MWh.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212