Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo federal repassa R$ 12,9 milhões ao Programa Redenção em São Paulo - Jornal Brasil em Folhas
Governo federal repassa R$ 12,9 milhões ao Programa Redenção em São Paulo


O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) repassou hoje (18) R$ 12,96 milhões para a prefeitura de São Paulo que serão utilizados para fortalecer as ações do Programa Redenção, que atende dependentes químicos e pessoas em situação de rua. Os recursos estarão liberados a partir de amanhã e serão repassados do Fundo Nacional de Assistência Social para o Fundo Municipal de Assistência Social.

Segundo as informações da prefeitura de São Paulo, este será o primeiro aporte financeiro liberado pelo MDS para a capital paulista e será utilizado para o atendimento de 5.400 pessoas em risco pessoal e social em um período de seis meses. Atualmente, o atendimento de outras 4.600 é cofinanciado pelo governo federal.

O Programa Redenção é o mais amplo programa de atendimento às pessoas dependentes e no combate ao tráfico de entorpecentes em uma região metropolitana do país. Esse aporte cobre o investimento realizado no ano de 2017, de acordo com compromisso assumido pelo ministério, disse o prefeito da capital, João Doria.

Segundo Doria, a administração municipal já obteve um bom resultado ao conseguir inserir no mercado de trabalho cerca de 1.500 pessoas que foram tiradas das ruas. Desde o início do ano, abrimos 15 centros de Acolhimento Temporário (CTAs) e nossa meta é dobrar esse número até 2018. Cumprimos nossa meta de mais de 3 mil pessoas acolhidas, e, no ano que vem, nossa meta é termos mais de 6 mil pessoas acolhidas.

O secretário municipal de Promoção e Desenvolvimento Social, Felipe Sabará, disse que a verba chega no melhor momento, o final de ano. Tivemos a abertura de vários equipamentos para atendimento de dependentes químicos e, pela primeira vez, oferecemos serviço de rápido atendimento no próprio território. O prefeito colocou como prioridade fazer o serviço tanto na saúde como na assistência, e esses serviços precisam ser mantidos. Essa verba vem para isso.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, a ação do município para combater o avanço da chamada cracolândia e para acolher as pessoas em situação de rua e dar emprego a essa população gerou a articulação do ministério para atender à demanda da cidade. Isso é que provoca a necessidade de atender, mesmo com todas as dificuldades que o governo federal tem. Estamos conseguindo chegar a termos básicos de colaboração que são provocados pela ação do município.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212