Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Conselho Estadual de Educação tem nova sede e novo colegiado para 2018-2019 - Jornal Brasil em Folhas
Conselho Estadual de Educação tem nova sede e novo colegiado para 2018-2019


Marconi Perillo - Conselho de Educação - Foto Marco Monteiro 01Em um ano marcado por uma série de medidas em prol da Educação Pública, o governador Marconi Perillo entregou nesta segunda-feira, dia 18, a nova sede do Conselho Estadual de Educação (CEE) e empossou os novos integrantes do colegiado.

O CEE foi implantado no tradicional prédio do Colégio Estadual José Carlos de Almeida, um dos primeiros da capital, no Centro de Goiânia. O espaço foi completamente reformado por meio de Parceria Público-Privada e vai abrigar, a partir de agora, além do Conselho Estadual de Educação, o Conselho Estadual de Cultura e o Centro de Inovação de Capacitação de Professores.

Junto com os novos conselheiros para o biênio 2018/2019, assumiu a presidência do CEE o conselheiro Marcus Elias Moreira, que substitui Esther Carvalho, que comandou o órgão nos últimos dois anos.

Ao saudar os novos conselheiros, o governador, que estava acompanhado a primeira-dama Valéria Perillo, destacou a parceria com a Casa Cor, que permitiu a requalificação do espaço, que passa contar com infraestrutura completa para abriga os conselhos estaduais de Educação, Cultura e um centro para formação de professores.

“Continuamos trabalhando para fazer uma Educação Pública cada vez melhor. O trabalho pela Educação Pública e de qualidade não para. Essa nova sede vai auxiliar ainda mais o conselho em suas atividades para fiscalizar, acompanhar e melhorar a Educação em nosso Estado”, disse Marconi. “Hoje é um dia histórico”, disse Marconi, acrescentando que tem um sentimento de “missão cumprida”, ao entregar “três em um” – referindo-se aos novos espaços inaugurados hoje.

O governador ressaltou ainda que as novas estruturas além proporcionarem maior comodidade aos servidores, é uma demonstração a importância que o Governo de Goiás dá à Educação e à Cultura no Estado. “Desejo muito sucesso os novos integrantes deste conselho, que são movidos por elevado espírito público”, afirmou.

Marconi também fez referência à preservação do patrimônio da art déco em Goiânia, evidenciado no prédio histórico do antigo Colégio José Carlos de Almeida. O novo espaço onde está abrigado o Conselho Estadual de Educação (CEE), destacou, foi concebido com a preocupação de requalificar o prédio histórico, preservando o projeto arquitetônico original.

No discurso de despedida, a ex-presidente Esther Carvalho assinalou que não bastam investimentos, é preciso que todo o capital humano seja devotado às causas da Educação, como é o governador Marconi Perillo. O novo presidente do Conselho Estadual de Educação, Marcus Elias Moreira, disse que fará uma gestão colegiada e que pretende incentivar a formação de professores. Citando o educador Anísio Teixeira, afirmou no discurso de posse que “Só existirá democracia no Brasil, no dia em que se montar no País a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a escola pública”, arrematou.

Pacote para a Educação
O governador Marconi Perillo anunciou neste ano uma série de medidas em prol da educação. A mais recente foi a prorrogação da vigência do vale-alimentação concedido aos servidores da Educação para 31 de dezembro de 2018. O vale-alimentação foi instituído em junho deste ano como parte das medidas de valorização dos servidores, por meio do Goiás na Frente Educação, e tinha vigência inicial até 31 de dezembro deste ano.

As medidas são o maior conjunto de benefícios para a Educação já implantado pelo Governo do Estado. As medidas, foram anunciadas pelo governador Marconi Perillo em maio deste ano e aprovadas pela Assembleia Legislativa. Entre elas estão o reajuste de 7,64% aos professores efetivos do P-1 ao P-4, criação de uma gratificação que equipara a remuneração dos profissionais da ativa do quadro transitório ao dos professores do quadro permanente e autorização do concurso público para 1.000 vagas (900 para professores e 100 para administrativos).

Por meio do Goiás na Frente Educação também foi criada a Gratificação por Dedicação em Período Integral (GDPI) para os professores que lecionam nas escolas de tempo integral e aprovado reajuste de 21% para os servidores administrativos e de 34% para os temporários. Os reajustes, a gratificação e o vale-alimentação começaram a ser pagos na folha do mês de junho.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212