Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Anatel só divulgará posição na hora da votação da assembleia de credores da Oi - Jornal Brasil em Folhas
Anatel só divulgará posição na hora da votação da assembleia de credores da Oi


A posição da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) só será conhecida na hora da votação da assembleia de credores da Oi, que avalia o plano de recuperação da empresa, informou hoje (19) o presidente da agência, Juarez Quadros. Os conselheiros se reuniram durante mais de quatro horas na tarde desta terça-feira, mas a assembleia foi suspensa.

“O Conselho [Diretor] da Anatel terminou a reuniao, mas só podemos declarar o voto depois na hora em que eles disserem em que vão votar”, disse Quadros. “É preciso que a assembleia seja reaberta, para, então, mandar [nossa posição] para eles”, acrescentou.

Em conversa com jornalistas, Quadros evitou dar detalhes sobre a decisão da agência a respeito do plano de recuperação da Oi, com a justificativa de não perturbar o processo.

A empresa, que acumula dívidas de R$ 64 bilhões, entrou com pedido de recuperação judicial em junho do ano passado e tenta negociar uma saída junto aos seus 55 mil credores, entre pessoas físicas e jurídicas.

O pedido de recuperação judicial foi feito em junho do ano passado. A reunião da assembleia de credores começou por volta das 11h40 desta terça-feira e foi suspensa pouco depois, às 13h.

Nova suspensão foi solicitada pelos representantes do Banco do Brasil e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) às 16h30, e retomada dos trabalhos estava prevista para as 19h. “Há um decisão, mas ela só será divulgada na na hora da votação”, reiterou Quadros.

Ele não esclareceu se houve consenso entre os diretores para a tomada de decisão. Além de votar a favor ou contra, a Anatel poderia também se abster de tomar alguma posição na assembleia.

Em várias ocasiões, o presidente da Anatel manifestou-se contra o plano de recuperação apresentado pela empresa. Ele evitou ainda comentar se a decisão da agência reguladora seria fechada ou se haveria possibilidade de atrelar o voto à aplicação de alguma condicionante.

De manhã, a Advocacia Geral da União (AGU) emitiu parecer em que orientava a Anatel a votar na assembleia de credores de acordo com o “interesse público”. A decisão foi interpretada como um fato novo do processo de recuperação judicial da Oi. Até então, a AGU comandava um grupo com integrantes dos ministérios da Fazenda e da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, do Banco do Brasil e do BNDES, que buscava uma solução para a crise na empresa.

Questionado se já havia comunicado a decisão à AGU, Quadros disse que não havia reportado. “Não informamos a AGU sobre a posição da Anatel. Estive ontem com o presidente [da República, Michel Temer] e ele queria saber os detalhes, mas hoje ainda não falei com ele.”

A expectativa é que a deliberação sobre a recuperação judicial da Oi seja tomada no final desta terça-feira, com possibilidade de ficar para amanhã (20) de manhã.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212