Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 BC reduz projeção de saldo negativo das contas externas para US$ 18,4 bi - Jornal Brasil em Folhas
BC reduz projeção de saldo negativo das contas externas para US$ 18,4 bi


As contas externas devem encerrar 2018 com saldo negativo de US$ 18,4 bilhões. A projeção para déficit em transações correntes, que são as compras e as vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do país com o mundo, foi divulgada hoje (20), em Brasília, pelo Banco Central (BC). A estimativa anterior era maior: US$ 30 bilhões.

Essa revisão ocorreu devido a uma expectativa de superávit comercial maior (passou de US$ 51 bilhões para US$ 59 bilhões) e redução na projeção de déficit na conta renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários) de US$ 45,8 bilhões para US$ 42,1 bilhões.

“Houve uma redução do déficit esperado em 2018 causado fundamentalmente pela desempenho da balança comercial que vem surpreendendo favoravelmente”, disse o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha. Ele destacou que há aumento da quantidade de produtos exportados.

A expectativa de déficit na conta de serviços (viagens internacionais, transportes, aluguel de equipamentos e seguros, entre outros) permaneceu em US$ 37,7 bilhões. A projeção para a renda secundária (renda gerada em uma economia e distribuída para outra, como doações e remessas de dólares, sem contrapartida de serviços ou bens) segue em US$ 2,5 bilhões.

Rocha explicou que em 2018 o déficit em transações correntes (US$ 18,4 bilhões) será maior do que deste ano (US$ US$ 9,2 bilhões) devido à retomada da atividade econômica, o que leva a aumento da demanda doméstica por importações, mais remessas ao exterior devido ao crescimento da lucratividade e maiores gastos em viagens ao exterior pelos brasileiros e com transporte pelas empresas.

Reduzida estimativa para o déficit em transações correntes

A estimativa para o déficit em transações correntes neste ano foi reduzida de US$ 16 bilhões para US$ 9,2 bilhões. De janeiro a novembro, o déficit ficou em US$ 5,418 bilhões, resultado bem menor do que em igual período de 2016: US$ 17,649 bilhões.

A balança comercial contribuiu para reduzir o déficit em transações correntes, ao registrar superávit de US$ 59,389 bilhões de janeiro a novembro deste ano. A conta de serviços ficou negativa em US$ 30,163 bilhões e a de renda primária em US$ 36,710 bilhões.

Quando o país registra saldo negativo em transações correntes, ele precisa cobrir esse déficit com investimentos ou empréstimos no exterior. A melhor forma de financiamento do saldo negativo é o investimento direto no país (IDP), porque recursos são aplicados no setor produtivo do país. ]

De janeiro a novembro, esses investimentos chegaram a US$ 65,035 bilhões. A estimativa do BC é que os investimentos diretos fechem este ano em US$ 75 bilhões. Para 2018, a estimativa é US$ 80 bilhões.

Os investimentos em ações negociadas no Brasil e no exterior e fundos de investimentos somaram US$ 2,919 bilhões em 11 meses e devem terminar o ano em US$ 3 bilhões. A projeção para 2018 é de US$ 5 bilhões.

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212