Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 EUA sanciona líder checheno por violações de direitos humanos - Jornal Brasil em Folhas
EUA sanciona líder checheno por violações de direitos humanos


Os Estados Unidos sancionaram nesta quarta-feira (20) o líder checheno Ramzan Kadyrov por graves violações dos direitos humanos, assim como a vários funcionários russos no caso de Serguei Magnitski, o jurista russo que morreu na prisão em 2009.

Kadyrov e outro líder checheno, Ayub Kataev, são acusados de execuções extrajudiciais, tortura, desaparecimentos e abusos contra os direitos humanos, anunciou o Departamento do Tesouro, que na mesma decisão sancionou outros três cidadãos russos no caso Magnitski.

O Tesouro americano continua comprometido para perseguir os envolvidos no caso Serguei Magnitski, incluídos aqueles que tiveram um papel no complô criminal e na fraude que descobriu, afirmou em um comunicado John Smith, diretor da Oficina de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) do Tesouro, que se encarrega das sanções.

A Lei Magnitski aponta para os responsáveis ou para aqueles que ajudaram a encobrir a detenção, os abusos e a queda desse advogado que desmascarou um grande caso de corrupção envolvendo membros do governo russo. Também aponta a pessoas responsáveis por violações flagrantes dos direitos humanos.

As sanções, que já alcançam 49 pessoas no marco da Lei Magnitski, congelam seus eventuais ativos nos Estados Unidos e proíbem qualquer cidadão americano ter negócios com esses indivíduos.

Na lista negra aparecem também Alexei Sheshenya, Yulia Mayorova e Andrei Pavlov, implicados no caso de corrupção descoberto por Magnitski.

O responsável checheno Ayub Kataev também é acusado de envolvimento em extorsões contra os homossexuais em 2017 na Chechênia.

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212