Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 CVM exige suspensão de oferta de investimento para minerar bitcoin - Jornal Brasil em Folhas
CVM exige suspensão de oferta de investimento para minerar bitcoin


Mesmo sem lançar uma regra que estabeleça parâmetros para a negociação de bitcoins, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), regulador do mercado de capitais, já começa a colocar limites para tentar conter um pouco da euforia gerada em torno da criptomoeda.

Nesta terça (19), a autarquia emitiu um alerta contra uma empresa que convocava interessados em comprar cotas de investimento para financiar a mineração de bitcoins. A mineração é o processo pelo qual as criptomoedas são geradas.

A companhia, de Andre Luis Paulo Tomasi Vshivtsev, fazia a oferta por meio do site Hashcoin Brasil. O problema identificado pela autarquia não diz respeito à criptomoeda, diz Fábio Pacileo Costa, do Rolim de Mello Sociedade de Advogados.

Pelas regras da CVM, qualquer oferta pública no mercado de capitais deve ser submetida à autarquia, embora a operação em si possa ser dispensada de registro.

"A CVM entendeu que a empresa do Andre Luis não fez pedido de registro, que é regido pela instrução CVM 400 [das ofertas públicas]. Ela é taxativa quanto à necessidade de registro", afirma.

Ele também poderia ter recorrido a uma instrução das CVM que disciplina o investimento em "equity crowdfunding" -modalidade de financiamento coletivo em que o investidor compra ações para apoiar as atividades da companhia. "Como nada disso foi observado, a CVM decidiu intervir e mostrar que, para fazer uma atividade como essa, é preciso receber o aval da autarquia", diz.

No site, a empresa, de Bento Gonçalves (RS), diz que, ao comprar uma cota, o investidor "passa a receber bitcoins diariamente provenientes da mineração correspondente ao poder de processamento de suas cotas".
Afirma ainda que está "buscando através do meios legais" a regulamentação do "modelo de oferta para voltar com a normalidade de nossas operações de venda".

VAIVÉM

A demanda por bitcoins tem ganhado força nos últimos meses, na esteira da valorização de 1.630% da criptomoeda no ano.

Nos dois últimos dias, o bitcoin teve desvalorização de mais de 10%, afetado pela notícia de que uma corretora sul-coreana que fazia a intermediação da moeda pediu falência após sofrer o segundo ataque hacker neste ano -há suspeita de envolvimento da Coreia do Norte na ação.

A informação gerou preocupação sobre a segurança na negociação do bitcoin.

A corretora, Youbit, foi invadida em abril, quando cerca de 4.000 bitcoins foram roubados em um ciberataque. Na ação desta terça, a companhia afirmou que a perda atingiria 17% de seus ativos totais.

Até agora, nem CVM nem Banco Central emitiram qualquer regulação sobre o bitcoin. Recentemente, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, declarou que o risco de bolha de moedas virtuais, como o bitcoin, é elevado e que essa ameaça é comparável às dos esquemas de pirâmide. Segundo ele, essas divisas são usadas como "instrumentos de atividades ilícitas".

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212