Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Município em Roraima vive crise para dar atendimento a migrantes da Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Município em Roraima vive crise para dar atendimento a migrantes da Venezuela


Pacaraima, em Roraima, na fronteira com a Venezuela, tem 12 mil habitantes, mas os serviços públicos atendem a cinco vezes mais pessoas do que a população inteira do município. A estimativa é do prefeito Juliano Torquato, que pede mais apoio do governo federal para lidar com a imigração de venezuelanos.

De acordo com ele, há dois meses, a prefeitura de Pacaraima instalou abrigo para 150 indígenas venezuelanos do povo Warao. O abrigo já está com 330 indígenas, o dobro da capacidade.

“Toda a nossa rede está sufocada, nós não temos condições. Infelizmente, [estamos] praticamente há um ano e meio com questão migratória da Venezuela, e nós não temos nenhum apoio financeiro e de logística do governo federal”, afirmou o prefeito.

A Casa Civil da Presidência da República afirma que o governo promove apoio técnico e financeiro ao estado de Roraima para assegurar regularização e proteção social dos imigrantes venezuelanos.

De acordo com o órgão, foram destinados quase R$ 800 mil para organização de abrigos no estado e US$ 300 mil para fomento aos produtores locais e aquisição de alimentos para os abrigados de Pacaraima.

Além disso, o governo federal afirma que o Ministério da Saúde repassou R$ 31 milhões para Roraima ampliar a capacidade de atendimento em saúde.

Esta semana, representantes do Ministério dos Direitos Humanos estiveram em Boa Vista e Pacaraima e constataram violações de direitos, inclusive exploração sexual de meninas migrantes.

Um relatório será apresentado em fevereiro na reunião do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente [Conanda]. A situação também é acompanhada pelas agências da Organização das Nações Unidas (ONU).

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212