Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ex-rival na disputa republicana, moderado Christie apoia Trump - Jornal Brasil em Folhas
Ex-rival na disputa republicana, moderado Christie apoia Trump


Ex-rival de Donald Trump na disputa pela indicação republicana à Presidência dos EUA, o governador de Nova Jersey, Chris Christie, surpreendeu ao anunciar seu apoio ao magnata. Considerado um dos nomes mais moderados numa campanha onde o conservadorismo tem predominado, ele se soma à ex-candidata a vice do país, Sarah Palin, um dos nomes mais fortes ligados à corrente do Tea Party.

— Estou orgulhoso de apoiar Donald Trump para presidente. Ele é um grande talento — ele declarou em Fort Worth, no Texas, citando a amizade de mais de uma década com o bilionário. — Garanto que ele a pessoa que Hillary e Bill Clinton não querem ver. Eles não sabem o roteiro de Trump porque ele o reescreve.

Christie desistiu da disputa no dia 10, após má performance nas primeiras prévias da disputa. Num comunicado, ele afirma que o sistema política está “quebrado e não pode ser consertado de dentro”. Ele também criticou o senador Marco Rubio, com quem teve confrontos verbais durante debates, e afirmou que o colega é “parte do establishment de Washington”.

Chamado de "líder" por Christie, o magnata agradeceu o apoio.

— Apoios significam muito pouco para mim, mas esta é minha exceção — disse Trump em uma entrevista coletiva.

No primeiro discurso com os dois juntos, Trump prometeu "acabar com o Estado Islâmico bem, bem rápido".

O apoio ainda roubou a atenção para o pior ataque contra Trump até agora, na noite de quinta-feira em um debate transmitido pela CNN e pela Telemundo. O bilionário — que lidera a disputa de delegados, venceu em três das quatro prévias e está melhor colocado na maior imensa maioria dos 12 estados que participam da Super Terça — foi perseguido a todo momento por Marco Rubio e Ted Cruz, os dois senadores que lutam pela segunda posição na corrida republicana.

— Se ele não tivesse herdado US$ 200 milhões sabe onde estaria Donald Trump? Vendendo relógios em Manhattan — disse o senador da Flórida, que horas depois publicou em sua página um anúncio vendendo o “relógio de Trump”, com vidro quebrado, por US$ 10.

No debate de quinta-feira, que precedeu a Super Terça (quando 11 estados votam em seus representantes para as prévias), Rubio e Ted Cruz fizeram fortes ataques e acusações contra o principal candidato, chamando-o de hipócrita e focando na ausência de planos políticos detalhados para tentar fustrar o bilionário. O magnata por sua vez, foi tipicamente confiante e combativo.

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212