Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mais de 60 rebeldes e soldados mortos em 24 horas no Iêmen - Jornal Brasil em Folhas
Mais de 60 rebeldes e soldados mortos em 24 horas no Iêmen


Mais de 60 rebeldes xiitas huthis e soldados pró-governo morreram nas últimas 24 horas em confrontos na província de Hodeida, no oeste do Iêmen, informaram nesta segunda-feira (25) os serviços de segurança e hospitais.

Os ataques da coalizão liderada pela Arábia Saudita e os combates terrestres intensificaram-se nesta província, sob controle dos huthis, desde o lançamento de um míssil balístico contra Riad em 19 de dezembro.

Ambos os lados enviaram reforços para a área. Os huthis foram atacados pela aviação saudita, enquanto os soldados pró-governo não podiam avançar para o norte devido aos terrenos minados pelos insurgentes.

Hodeida, capital da província de mesmo nome, tem uma importância especial, já que o seu porto, no Mar Vermelho, é uma das principais entradas para as importações do país.

A cidade e o porto são controlados pelos huthis, mas a coalizão impõe inspeções sobre os carregamentos para evitar que armas cheguem aos insurgentes.

Nas últimas 24 horas, 18 huthis morreram em ataques aéreos noturnos em Hais e outros 35 em Tahita, duas regiões localizadas cerca de 70 km a sudoeste de Hodeida, segundo um funcionário de segurança.

O número de mortos foi confirmado pelos hospitais Alfi, Al Thawra e o 22 de maio de Hodeida. Além disso, apontaram que havia 63 feridos entre os insurgentes.

Uma fonte militar pró-governo informou 12 mortos e 19 feridos em suas fileiras. As vítimas foram levadas para hospitais em Aden, de acordo com fontes médicas.

O conflito no Iêmen já provocou mais de 8.750 mortos, entre os quais numerosos civis, desde a intervenção da coalizão em março de 2015, de acordo com a ONU.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212