Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 União Europeia declara pleno apoio à reforma das Nações Unidas - Jornal Brasil em Folhas
União Europeia declara pleno apoio à reforma das Nações Unidas


A União Europeia apoia o conjunto de reformas para as Nações Unidas apresentado pelo secretário-geral da organização, António Guterres, declarou o representante da União Europeia (UE) junto à ONU em Nova York, o embaixador João Vale de Almeida. A informação é da ONU News.

Ele disse que a organização deve acelerar o seu processo de mudança e que é preciso concentrar-se na agenda política da ONU para levar a cabo as reformas necessárias. Estamos a falar dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estamos a falar da questão das alterações climáticas. Estamos a falar das funções no domínio da paz e segurança que as Nações Unidas devem cumprir”, ressaltou.

Segundo Almeida, antes de mais nada é preciso “fazer aquilo que politicamente é necessário e pôr todos os meios das Nações Unidas ao serviço desses objetivos globais. Em segundo lugar: reformar as estruturas de maneira que elas possam ser mais produtivas e mais capazes de contribuir para esses objetivos.

Melhoras

Para o embaixador da União Europeia, existem várias melhorias que podem ser introduzidas ao sistema de desenvolvimento da ONU e também na gestão da organização.

Em várias áreas, na área da paz e de segurança também, certamente há melhor maneira de fazer aquilo que se está a fazer atualmente, de uma forma mais eficaz. O secretário-geral tem ideias interessantes que pôs na mesa e que estamos a discutir neste momento. Estamos, os nossos 28 Estados-membros (da UE) e eu próprio, totalmente empenhados nessa discussão, de maneira que cheguemos a consenso o mais rapidamente possível, destacou.

Há urgência em implementar os ODS. A União Europeia (UE) está totalmente empenhada neste objetivo. Eu diria que isso é uma das primeiras grandes prioridades que nós temos na nossa ação com as Nações Unidas no próximo ano. Em segundo lugar, vêm os grandes desafios globais, como por exemplo, as alterações climáticas.

“Aí temos o Acordo de Paris que é muito importante, é preciso implementar. É preciso implementar ações que permitam proteger-nos das alterações nefastas provindas das alterações climáticas”, disse o embaixador Almeida, que lidera os trabalhos de cooperação da UE, em Nova Iorque. Segundo ele, a implementação dos 17 ODSs e de medidas de mitigação de mudanças climáticas precisam de financiamento e apoio técnico, especialmente nos países em desenvolvimento e naqueles que serão mais afetados.

Prioridade

Para o secretário-geral da ONU, António Guterres, a reforma das Nações Unidas é uma das suas prioridades. Durante um evento para embaixadores dos países-membros, em setembro, ele destacou os desafios associados à burocracia da organização, e disse que o objetivo da reforma são as pessoas a quem a ONU serve.

Segundo Guterres, uma das mudanças propostas é transformar o sistema de desenvolvimento das Nações Unidas numa operação muito mais voltada para as pessoas e para os locais necessitados, assistindo melhor os países através da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212