Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Radares a laser começam a multar em janeiro na Ponte Rio-Niterói - Jornal Brasil em Folhas
Radares a laser começam a multar em janeiro na Ponte Rio-Niterói


Os milhares de motoristas que transitam diariamente pela Ponte Rio-Niterói terão que limitar a velocidade dos veículos aos 80 km/h estabelecidos para a via. Se, na prática, isso não era muito respeitado, a partir do próximo dia 15 de janeiro, os apressadinhos passarão a ser automaticamente multados pelos radares fixos a laser instalados na via.
Ponte Rio-Niterói - Rio de Janeiro

Os motoristas que trafegam na Ponte Rio-Niterói serão fiscalizados por radares a laser.

Os radares já estavam instalados, mas ainda sem operação. Mesmo assim, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fez o anúncio nesta quarta-feira (27), só a presença dos equipamentos já ajudou a reduzir os acidentes na ponte, que tem 13 quilômetros de extensão e faz parte da BR-101.

Segundo a PRF, são quatro radares em cada sentido que usam tecnologia de laser para aferir a velocidade dos carros. Um raio de luz é emitido pelo equipamento, que reflete no veículo, permitindo que o equipamento calcule instantaneamente a velocidade.

“O excesso de velocidade é uma das principais causas de acidentes graves na Ponte Rio-Niterói. Desde a instalação dos equipamentos, não foram registradas ocorrências com mortes. Portanto, a PRF ressalta a importância dos motoristas respeitarem a sinalização e não ultrapassarem os limites estabelecidos”, destacou a PRF, por meio de nota.

As multas emitidas por órgãos federais não ficam com os municípios e vão direto para a conta do Tesouro Nacional.

Multas

De acordo com o porta-voz da PRF, José Hélio, de janeiro a novembro deste ano, os radares da ponte flagraram um total de 2,5 milhões de motoristas acima da velocidade, o que dá uma média de 227 mil infrações por mês, ou 7.500 por dia. Ele lembra que ultrapassar o limite de velocidade em até 20% é considerado uma infração média, com perda de quatro pontos na carteira e multa de R$ 130,16.

Se o motorista ultrapassar o limite entre 20% e 50%, é considerado uma infração grave, com perda de cinco pontos e multa de R$ 195,23. Mas se houver ultrapassagem da velocidade acima de 50% do limite, é considerada infração gravíssima, com suspensão da carteira e multa de R$ 880,41

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212