Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Juiz vai ouvir IML sobre saúde de Maluf antes de decidir sobre prisão domiciliar - Jornal Brasil em Folhas
Juiz vai ouvir IML sobre saúde de Maluf antes de decidir sobre prisão domiciliar


O juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Bruno Aielo Macacari, deu hoje (27) prazo de dez dias para que o Instituto Médico Legal (IML) de Brasília e a Penitenciária da Papuda respondam a 32 novos questionamentos elaborados pela defesa do deputado Paulo Maluf (PP-SP) sobre o quadro de saúde dele e se o presídio tem condições de atender as demandas médicas do político, caso ele seja mantido preso.

A decisão do juiz sobre o pedido da defesa para que Maluf cumpra a pena em prisão domiciliar vai depender das respostas a serem dadas pelos dois órgãos.

“Relego a decisão acerca da prisão domiciliar para momento posterior às elucidações pertinentes e às eventuais impugnações a serem feitas pela defesa”, diz trecho do despacho.
São Paulo - O deputado federal Paulo Maluf participa de evento na Associação Comercial de São Paulo sobre perspectivas e investimentos para 2016 (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Maluf está preso em Brasília desde a semana passada

O pedido da defesa de Maluf foi apresentado um dia após a divulgação do laudo da perícia médica feita pelo IML de Brasília, que concluiu que o deputado tem problemas graves de saúde, mas pode permanecer preso, desde que receba tratamento adequado. A defesa alega que Maluf não tem condições de ficar preso, porque sofre de câncer de próstata, problemas cardíacos e na coluna, além de hérnia de disco.

Até o final do prazo para enviar respostas às perguntas dos advogados de Maluf, o juiz determinou que a direção da Papuda instale suportes e barras de proteção na cela do deputado, para facilitar sua locomoção e evitar acidentes.

Em nota divulgada hoje, os advogados do deputado e ex-prefeito se São Paulo afirmam que, apesar de a perícia do IML reconhecer que o Maluf está acometido de câncer de próstata e severo problema de coluna, “ignorou que o parlamentar igualmente sofre de doença cardiovascular, apesar de descrito no histórico médico e presente nos exames complementares do paciente, sendo responsável por pelo menos cinco dos medicamentos de que faz uso”.

Para a defesa, o problema cardíaco de Maluf o coloca “mais agudamente em risco a vida” e requer estrutura específica de atendimento de urgência.

Prisão

Maluf se apresentou à Polícia Federal em São Paulo na quarta-feira passada (20), após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin expedir mandado de prisão contra ele. No dia seguinte ele foi transferido para Brasília, onde está preso.

Edição: Luana Lourenço

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212