Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Marconi ressalta parceria profícua com profissionais da imprensa - Jornal Brasil em Folhas
Marconi ressalta parceria profícua com profissionais da imprensa


Marconi Perillo - Rádios do Estado - Crônica Esportiva - Imprensa - Foto Marco Monteiro 04O governador Marconi Perillo recebeu nesta quinta-feira, dia 28, no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia, cerca de 80 profissionais de emissoras de rádio da capital e do interior e desejou a todos um 2018 de prosperidade, saúde, sucesso, sabedoria e harmonia. Ressaltou a parceria muito proativa durante seus mandatos como governador e agradeceu, sobretudo, o companheirismo ao longo de quase 19 anos.

O governador destacou o valor da amizade, da parceria e da lealdade dos radiodifusores durante esse período e até no tempo em que ficou fora do Palácio das Esmeraldas, época em que assumiu mandato de senador da República.

“São muitos anos quase que ininterruptos de uma sólida parceria, de uma boa cumplicidade realizada para o bem nesse tempo. Eu pude sentir o valor da amizade, da parceria e da lealdade dos amigos radiodifusores até no tempo em que eu não estava aqui, que não tinha a caneta e que não podia fazer muita coisa ou quase nada. Pude perceber o quanto vocês valorizaram e valorizam essa relação que tivemos e temos. Todas as vezes que eu pedi algum espaço para felicitação de Natal ou Ano Novo, Dia dos Pais, Dia das Crianças, sempre fui atendido por todos ou quase todos os companheiros radiodifusores”, afirmou.

Fez também um balanço dos serviços realizados e das obras entregues nos governos do Tempo Novo. Na Saúde, Marconi citou os hospitais públicos que são referência em todo o País; a construção de mais Credeqs; na Educação, a criação e o salto de 12 para 41 unidades da Universidade Estadual de Goiás (UEG); as 180 mil Bolsas Universitárias; o programa Passe Livre Estudantil; o 1º lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); as 100 mil famílias atendidas pelo Programa Renda Cidadã.

Na Segurança Pública, o maior salário do Brasil; na Cultura, o Estado que relativamente mais investe no País. “Fomos, ainda, o governo que mais beneficiou o funcionário público. Recentemente, aprovamos, na Assembleia Legislativa, vale-alimentação para mais de 70 mil funcionários. Valorizamos as carreiras de gestores, gerentes e advogados autárquicos; os servidores da polícia com aumento salarial e cumprimento de carreiras; contemos gastos, durante a crise, reduzimos a estrutura do governo; enviei planos de austeridade quando necessário e, agora, estamos colhendo. Goiás é um canteiro de obras”, afirmou o governador.

Ajuda às prefeituras
O governador lembrou que o governo também está fazendo a sua parte e ajudando as prefeituras com o repasse de convênios. Frisou que as prefeituras, que ainda não receberam os recursos, são as que não enviaram a documentação necessária. Lembrou ainda que atende a todos os prefeitos, independente de questão partidária.

“Ajudamos a todos”, afirmou, acrescentando que Goiás está encerrando o ano com aproximadamente 40 mil empregos em saldo positivo e com contratos de mais de R$ 1 bilhão em investimentos privados. “Nesse período todo, nossa economia se multiplicou, se multiplicou mais de 20 vezes nas exportações e no PIB, que saltou de R$ 17,4 bilhões para quase R$ 200 bilhões. O Estado se modernizou”, afirmou o governador Marconi.

Solidariedade
Na ocasião, deixou uma mensagem para o jornalista e apresentador da Rádio Mil FM, de Goiânia, Jerônimo Rodrigues. “Manifesto, mais uma vez, a minha solidariedade ao jornalista Jerominho, pelo passamento da Regina, sua esposa. Sei o quanto ele, que esteve com a Regina por décadas, em uma união maravilhosa, está sofrendo. Não é fácil perder uma companheira tão nova, da forma como aconteceu. Mas ele sabe que conta com a nossa amizade, solidariedade e carinho.”

Os assuntos abordados pelo governador no encontro com os radialistas, por temas:

“Terminamos o ano numa situação diferente da situação de outros estados”
Hoje estou passando os R$ 500 milhões para a Educação, estou passando R$ 220 milhões para a Saúde, e a Bolsa Universitária e os programas sociais estão em dia, as obras também, o que faturou com recursos de Celg, Caixa Econômica, tudo pago também. Então, a gente termina o ano numa situação diferente da situação de outros Estados. Infelizmente, tem alguns Estados que estão fechando hospitais, que não têm dinheiro para pagar funcionários, insumos ou remédios, e alguns Estados estão fechando universidades, estão fechando escolas. Aqui está tudo funcionando bem, os funcionários já receberam antes do Natal, quem recebe até R$ 3,5 mil líquidos já recebeu, quem recebe no mês que vem de acordo com a legislação, também nós já estamos com a provisão. E assim vão 15 anos como governador sem nunca ter atrasado uma folha, pagando o 13.º no mês do aniversário, ou seja, com o 13º pago.

“Goiás se transformou na infraestrutura”
Vocês sabem o que aconteceu em Goiás nestes anos do Tempo Novo. Goiás viveu uma transformação extraordinária, Goiás transformou-se na infraestrutura. E é bom a gente puxar a memória. Eu me lembro: a gente tinha, quando eu assumi o governo, duas pistas duplas, uma entre Anápolis e Goiânia, que foi começada pelo governador Santillo, e uma outra entre Luziânia e Brasília. Hoje nós já temos mil quilômetros de rodovias duplicadas e nós lutamos por todas elas. Essa duplicação de Anápolis a Brasília, eu fui ao Tribunal de Contas da União mais de 50 vezes para desembaraçar problemas que existiam. Hoje nós estamos chegando a 400 quilômetros de rodovias estaduais duplicadas, muitas delas iluminadas, com ciclovias. Nós recuperamos já mais de 8 mil quilômetros de rodovias asfaltadas, a malha velha, e fizemos milhares de quilômetros de rodovias novas ou que estão em construção.

“100 mil alunos já receberam diploma da UEG”
De 12 estações de tratamento de esgoto, Goiás tem hoje mais de 100. De 12 unidades da UEG, que eram faculdades isoladas, a UEG tem hoje 41 unidades, tem 5 mil alunos, 100 mil alunos já receberam diploma da UEG. Nós temos 100 mil famílias no Programa Renda Cidadã, já atendemos 180 mil Bolsas Universitárias, temos mais de 100 mil estudantes em Goiânia, Anápolis e Rio Verde, Aparecida e Região Metropolitana com o Programa do Passe Estudantil.Nós temos hoje uma companhia de geração e transmissão redonda e enxuta, sem dever um centavo e que já vale mais R$ 700 milhões. Privatizamos a Celg e vamos ter mais de R$ 2 bilhões de investimentos, sobretudo em distribuição, novas subestações e melhoria do sistema.

“Temos serviços públicos de excelente qualidade”
Na Educação, em 2011, 2013 e 2015, nós ficamos entre os dois, três melhores do País no Ideb. Na Segurança Pública, os policiais têm os melhores salários do Brasil. Na Saúde, nós temos os melhores hospitais públicos do Brasil, são do Estado. Infelizmente, as pessoas misturam os que são da União, que são privados, com os nossos, muitas vezes não avaliam bem, porque nos nossos hospitais de média e alta complexidade, que são do governo do Estado, nós temos uma aceitação extraordinária pelo nível de qualidade e excelência. Cinco hospitais nossos são acreditados em UNA um, dois ou três. Estamos construindo mais Credeqs, os AMEs estão todos em fase de conclusão. Na cultura, nós somos o Estado que relativamente mais investe no país, se juntarmos os recursos da Seduce e os recursos da GoiásTur.

“Fomos o governo que mais beneficiou funcionários públicos”
E fomos o governo que mais beneficiou funcionários públicos. Só agora nós aprovamos na Assembleia vale-alimentação para mais de 70 mil funcionários, valorizamos as carreiras de gestores, de gerentes, de advogados autárquicos, valorizamos os servidores da polícia dando um aumento agora de 12,76, cumprimos os planos de carreira todos.

“Goiás se modernizou”
A riqueza bruta do Estado, o PIB, hoje é de quase R$ 200 bilhões. O Estado se modernizou. Nós tínhamos meia dúzia de faculdades e hoje temos mais de 80. A Bolsa Universitária inclusive foi um estímulo para isso. Hoje nós temos Fundação de Amparo à pesquisa, Universidade Estadual, damos apoio à Federal, ajudamos a criar duas novas universidades em Goiás, a de Catalão e a de Jataí, federais. Ajudamos a trazer os institutos tecnológicos.

“Goiás se inseriu no contexto global”
Goiás é o Estado hoje que tem profissionais liberais de altíssima qualidade respeitados no Brasil e no mundo, uma medicina privada de ponta, temos engenheiros e advogados e profissionais das mais diversas profissões, jornalistas e outros, da mais alta qualidade. Nós temos aqui condomínios, edificações, bairros que são também referenciais para o mundo, serviços de altíssima qualidade. Goiás realmente se inseriu no tempo da contemporaneidade, nem vou dizer da modernidade, Goiás se inseriu no contexto nacional e mundial como um Estado global, um Estado forte, um Estado dinâmico, próspero, de uma economia forte e de um povo trabalhador, dedicado, profissional, resultado de uma construção coletiva baseada no diálogo; de um povo inteligente, e que tem um governo que procurou, ao longo desse tempo, cumprir a sua missão, ajudar a resolver os grandes desafios, especialmente nos tempos de crise.

“Goiás cresce apesar da crise”
Eu termino esse ano com a sensação do dever cumprido, porque não foi fácil enfrentar 3 anos de crise. O Brasil ficou 10% mais pobre, enquanto a China cresceu, em 3 anos, mais de 20%. E com Goiás não aconteceu a mesma coisa porque nós juntos, trabalhadores, empresários, imprensa, governo, fizemos a nossa parte e procuramos fazer com competência, dedicação, honestidade e com seriedade.

“Os goianos não aceitam mais a oligarquia do chicote”
O Estado de Goiás definitivamente é o Estado da paz, do diálogo entre as instituições, do respeito com o outro, da fraternidade, solidariedade, do amor, da concórdia. Definitivamente Goiás não é e não será nunca a oligarquia do chicote. A oligarquia do chicote ficou lá atrás, são outros tempos. Hoje, o Estado de Goiás é o Estado da paz, da diversidade, mas da convergência; o respeito à diversidade, mas na busca permanente pela convergência. Pela união em favor dos goianos. Há muito que eu converso com quase todos que um dia fizeram oposição a mim. Não há como conversar apenas com quem não dialoga e tem na intolerância a base principal de sua atividade. Com intolerância é realmente quase impossível dialogar. Vejam o que acontece no mundo, com o Kim e o Trump, quer dizer, a intolerância nos leva ao abismo, à guerra e à discórdia. E o que a gente faz aqui, o que a gente exercita aqui, no dia a dia, é exatamente o contrário. Nós exercitamos a política do bem, do trabalho.

“Nem meus adversários são capazes de dizer que eu não trabalho muito”
Acusam-me muitas vezes de alguns defeitos, de alguns pecados, mas nem meus adversários são capazes de dizer que eu sou preguiçoso ou que eu não trabalho muito. Se há uma marca em mim é a marca do trabalho, da perseverança, da determinação e da ousadia. A marca de buscar superar o desafio o quão maior ele seja. E foi o que aconteceu aqui nesses últimos anos. Todos aqui sabem como era Goiás antes e como é hoje, como era sua cidade antes e como é hoje, quais foram as intervenções que fizemos ao longo desse tempo.

“Vamos continuar no mesmo diapasão”
Hoje todo mundo anda em carro bom na polícia, tem armas ótimas, mas antes os carros Fiats eram 147, viviam quebrados, caindo aos pedaços. Viviam nas oficinas. Os policiais não tinham armas, tinham que empurrar carros. Hoje todo mundo ganha seus salários em dia, bons salários, são respeitados, têm dignidade, são promovidos. As viaturas são trocadas a cada ano e meio, os armamentos são de primeiro mundo. Os hospitais iam ser fechados, hoje são referenciais, falando dos estaduais. Eu ajudo os prefeitos com saúde, educação, uma série de parcerias. Quero saudar a memória de todos que já se foram, mas estiveram ao nosso lado por tanto tempo. Nós vamos continuar no mesmo diapasão, honrando os compromissos, colaborando com o desenvolvimento de Goiás.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás


 

Últimas Notícias

Premiação tem projeto de escola goiana entre os vencedores da etapa regional
Marlúcio Pereira propõe isenção de taxas para templos de cultos religiosos
Brasil tem mais de 2,5 milhões de professores
Polícia Ambiental busca jiboia desaparecida em prédio de Brasília
Justiça de Goiás bloqueia bens de Marconi Perillo e de ex-secretário
Partidos lançam frente de apoio à candidatura de Haddad
Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro
Polícia descobre autora de tratamento estético que matou mulher no Rio

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212