Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Alabama certifica vitória de senador democrata em eleição polêmica - Jornal Brasil em Folhas
Alabama certifica vitória de senador democrata em eleição polêmica


O democrata Doug Jones foi oficialmente declarado vencedor das eleições para o Senado dos Estados Unidos pelo estado do Alabama, apesar dos protestos do controverso candidato republicano Roy Moore.

O secretário de Estado do Alabama, John Merrill, certificou a vitória de Jones nas eleições de 12 de dezembro e deu fim à polêmica gerada pela candidatura de Moore, que se nega a admitir sua derrota.

Na manhã desta quinta-feira, os advogados de Moore tinham apresentado uma ação legal de última hora para anular as eleições, mas a Justiça eleitoral do Alabama rechaçou as denúncias e abriu, assim, o caminho para a certificação do resultado.

Os advogados de Moore alegaram irregularidades na votação de vários condados do Alabama, suficientes para definir o rumo da eleição, mas o juiz Johnny Hardwick rejeitou a alegação.

Assim, Jones venceu as eleições com 49,9% dos votos, contra 48,3% para Moore, uma margem de cerca de 22 mil votos de um eleitorado de 1,3 milhão no estado sulista americano, tradicionalmente republicano.

No começo da campanha, Moore era favorito para conseguir a vaga no Senado, mas começou a cair após ser envolvido em uma sequência de controvérsias e ser acusado de abuso sexual.

Moore, de 70 anos, foi eleito duas vezes presidente da Suprema Corte do Alabama, mas acabou exonerado do cargo nas duas vezes.

Sua primeira expulsão aconteceu em 2003, após ter se negado a retirar uma enorme estátua em homenagem aos Dez Mandamentos de um prédio oficial.

Reeleito para o tribunal máximo do Alabama, ele foi novamente expulso em 2016 por desafiar a Corte Suprema dos Estados Unidos ao se negar a aplicar a legislação que permitiu o casamento homossexual.

Na campanha, foi alvo de várias denúncias de abuso sexual contra menores de idade na década de 1970, acusações negadas por ele.

Profundamente religioso, Moore também ficou famoso por suas declarações polêmicas, sobretudo a favor da posse de armas e contra muçulmanos.

A eleição de Jones reduz a maioria do partido Republicano no Senado a 51 assentos, contra 49. Assim, os conservadores já não podem ter divisões e certamente precisarão negociar com os democratas a aprovação de projetos.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212