Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Morre o cineasta argentino Fernando Birri na Itália - Jornal Brasil em Folhas
Morre o cineasta argentino Fernando Birri na Itália


O cineasta argentino Fernando Birri, considerado o pai do novo cinema latino-americano, morreu aos 92 anos em Roma, informou nesta quinta-feira no Twitter o Instituto Nacional de Cinema e Artes Visuais da Argentina (Incaa).

O Espaço Incaa Fernando Birri realizará um ato em homenagem ao pai do Novo Cinema Latino-americano, falecido ontem (quarta-feira), tuitou o organismo oficial argentino.

Birri foi o fundador da famosa Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños, em Cuba, e em 15 de dezembro de 1986 pronunciou o discurso de inauguração, antes de abraçar o líder da revolução cubana, Fidel Castro.

Essas imagens e suas palavras ficaram registradas e fazem parte do documentário Ata tu arado a una estrella, da argentina Carmen Guarini, um tributo a Birri apresentado fora de competição em novembro passado no Festival Internacional de Cinema de Mar del Plata (sul).

A publicação do Ministério da Cultura de Cuba, La Jiribilla, lamentou a morte do diretor, que fez importantes contribuições à cinematografia continental, em seu empenho por expressar com autenticidade a história regional.

Espera-se utilizar o cinema a serviço da Universidade, e a Universidade a serviço da educação popular, disse Birri certa vez, lembrou a Universidade Nacional do Litoral, ao lamentar sua morte.

Até sempre, presidente, anunciou em sua página de Facebook o Festival de Cinema Latino-americano, que Birri fundou em 1985 em Trieste, nordeste da Itália.

Apesar da dor, o festival quis prestar uma homenagem à altura de seu presidente: Imaginativo, hiperbólico, irreverente, dissonante, grandiloquente, genial mas também poético, sonhador e inspirador, acrescentou.

O diretor estava doente há vários anos e morreu em um hospital da capital italiana.

Birri nasceu na província de Santa Fe, em 13 de março de 1925, onde realizou seu primeiro curta-metragem, Tire Dié (1960), de acordo com o site especializado Otros Cines.

Neto de um anarquista do nordeste da Itália embarcado para a Argentina pelas forças de segurança no final do século XIX, Fernando Birri fez o caminho inverso para estudar no Centro Experimental de Cinematografia de Roma, de 1950 a 1953, antes de voltar a Santa Fe e fundar um instituto de cinema.

Em 1961, seu longa-metragem Los inundados ganhou o prêmio de obra-prima na Mostra de Veneza. Depois chegaram La Pampa gringa (1963), Org (1978), Mi hijo el Che (1985), Che, ¿muerte de una utopía? (1997), El siglo del viento (1999) e El Fausto Criollo (2011), seu último filme.

O cineasta recebeu o Prêmio Coral de Honra no VIII Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano, em Havana, em 1986. Em 2010, ganhou o Cóndor de Prata por sua trajetória no Festival Internacional de Cinema de Mar del Plata, Argentina.

Também em 2010, recebeu o prêmio de honra do Festival Internacional de Cinema de Innsbruck, Áustria, em reconhecimento à sua trajetória e influência sobre o festival. Foi realizada uma retrospectiva em sua homenagem, com o título Sonhar com os olhos abertos.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212