Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Número de militares que atuarão no Rio Grande do Norte sobe para 2.600 - Jornal Brasil em Folhas
Número de militares que atuarão no Rio Grande do Norte sobe para 2.600


Para garantir a segurança nas ruas das cidades do Rio Grande do Norte durante o réveillon e os primeiros dias do ano, o governo federal colocará em operação, até este domingo (31), cerca de 2.600 homens das Forças Armadas no estado. A previsão inicial era de que 2.000 integrantes do Exército, da Aeronáutica e da Marinha, além da Força Nacional, reforçassem a segurança no estado após a paralisação de policiais militares e civis.

De acordo com o governo no estado, 1.100 militares já estão atuando na Operação Potiguar III. Nas próximas horas, centenas de homens, procedentes de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, devem reforçar os trabalhos. Além de Natal, a região metropolitana de Mossoró também receberá os efetivos militares.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a ação durará 15 dias e poderá ser prorrogada caso necessário para garantir a “ordem e a segurança”. Desde o último dia 19, membros das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros paralisaram parcialmente as atividades em protesto contra o atraso no pagamento do décimo terceiro e de salários atrasados.

“Podemos afirmar que a virada de ano no Rio Grande do Norte será tranquila, e podemos assegurar também aos turistas que podem vir aproveitar todas as belezas e cultura que o estado oferece”, disse, neste sábado (30), em entrevista coletiva na capital do estado, o ministro da Defesa. Já o governador Robinson Faria voltou a fazer um apelo para que os bombeiros e membros das polícias civil e militar voltem o mais rápido às ruas.

O governo do estado informou que 86% dos policiais receberam os vencimentos de novembro. Os demais devem receber na semana que vem. Após o início da Garantia da Lei e da Ordem no Rio Grande do Norte, o governador transferiu para o Exército o controle dos órgãos de segurança pública do estado.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212