Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em tratamento de infecção urinária, Temer estende repouso médico - Jornal Brasil em Folhas
Em tratamento de infecção urinária, Temer estende repouso médico


O presidente Michel Temer decidiu estender nesta terça-feira (2) o repouso médico a que está submetido por causa de uma infecção urinária diagnosticada na semana passada.

Ele preferiu despachar do Palácio do Jaburu, sua residência oficial, e não se deslocar ao Palácio do Planalto, como estava previsto inicialmente na agenda oficial.

Pela manhã, ele fez uma rápida caminhada nos jardins do Jaburu e recebeu os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) para despachos.

Ele deve viajar nesta semana a São Paulo, para realizar uma nova bateria de exames no Hospital Sírio-Libanês.

Com o quadro médico, os compromissos oficiais programados para as próximas semanas estão em suspeição. Há dúvidas, por exemplo, se ele participará do Fórum Mundial de Davos, marcado para a quarta semana de janeiro, na Suíça.

Por causa do procedimento, o presidente já cancelou duas viagens oficiais: uma para o Sudeste Asiático e outra para Alagoas.

A orientação médica é de que ele evite deslocamentos de longa distância e permaneça o máximo possível em repouso em Brasília.

Por causa da infecção, o presidente retirou uma sonda urinária e terá de realizar semanalmente sessões para a dilatação da uretra, como forma de reduzir o risco de novas obstruções do canal condutor da urina.

Segundo o urologista Miguel Srougi, um dos médicos que o acompanham em São Paulo, os exames médicos já estão normalizados.

"Ele está urinando muito bem, de maneira espontânea, sem qualquer sintoma local ou sangramento", explicou.

Aos 77 anos, o mais velho presidente da história do Brasil, Temer sofreu três intervenções médicas nos últimos meses: para conter um sangramento na próstata, colocar um stent em artérias coronárias e desobstruir a uretra.

Segundo a equipe médica, o procedimento na uretra foi considerado bem sucedido, mas "há sempre o risco" de voltar.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212