Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em tratamento de infecção urinária, Temer estende repouso médico - Jornal Brasil em Folhas
Em tratamento de infecção urinária, Temer estende repouso médico


O presidente Michel Temer decidiu estender nesta terça-feira (2) o repouso médico a que está submetido por causa de uma infecção urinária diagnosticada na semana passada.

Ele preferiu despachar do Palácio do Jaburu, sua residência oficial, e não se deslocar ao Palácio do Planalto, como estava previsto inicialmente na agenda oficial.

Pela manhã, ele fez uma rápida caminhada nos jardins do Jaburu e recebeu os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) para despachos.

Ele deve viajar nesta semana a São Paulo, para realizar uma nova bateria de exames no Hospital Sírio-Libanês.

Com o quadro médico, os compromissos oficiais programados para as próximas semanas estão em suspeição. Há dúvidas, por exemplo, se ele participará do Fórum Mundial de Davos, marcado para a quarta semana de janeiro, na Suíça.

Por causa do procedimento, o presidente já cancelou duas viagens oficiais: uma para o Sudeste Asiático e outra para Alagoas.

A orientação médica é de que ele evite deslocamentos de longa distância e permaneça o máximo possível em repouso em Brasília.

Por causa da infecção, o presidente retirou uma sonda urinária e terá de realizar semanalmente sessões para a dilatação da uretra, como forma de reduzir o risco de novas obstruções do canal condutor da urina.

Segundo o urologista Miguel Srougi, um dos médicos que o acompanham em São Paulo, os exames médicos já estão normalizados.

"Ele está urinando muito bem, de maneira espontânea, sem qualquer sintoma local ou sangramento", explicou.

Aos 77 anos, o mais velho presidente da história do Brasil, Temer sofreu três intervenções médicas nos últimos meses: para conter um sangramento na próstata, colocar um stent em artérias coronárias e desobstruir a uretra.

Segundo a equipe médica, o procedimento na uretra foi considerado bem sucedido, mas "há sempre o risco" de voltar.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212