Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia Civil monta força-tarefa para investigar mortes de agentes prisionais em Anápolis - Jornal Brasil em Folhas
Polícia Civil monta força-tarefa para investigar mortes de agentes prisionais em Anápolis


O delegado geral da Polícia Civil determinou, nesta quarta-feira (03/01), a criação de uma força-tarefa composta por sete delegados e 30 agentes de polícia para identificar e prender os responsáveis pela morte dos agentes prisionais Ednaldo Monteiro e Eduardo Barbosa dos Santos, nesta terça-feira (02/01), em Anápolis. Durante reunião realizada na 3ª Delegacia Regional do município, a cúpula da Polícia Civil estabeleceu as várias linhas de investigação. “Vamos fazer de tudo para esclarecer esses crimes e devolver a tranquilidade ao povo anapolino”, afirmou Álvaro Cássio.

A força-tarefa, denominada Manchester em alusão à cidade de Anápolis que abriga importante polo industrial, o Daia, será comandada pelo titular da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic), Waldemir Pereira da Silva, e terá o apoio da Gerência de Operações de Inteligência da Polícia Civil, da Superintendência de Inteligência da SSPAP, e, também, da Superintendência de Polícia Judiciária. O principal objetivo é elucidar os crimes e apresentar os suspeitos à sociedade no menor tempo possível.

“Foi um ataque ao Estado e, por isso, criamos essa força-tarefa, para darmos uma resposta o mais rápido possível à população do estado de Goiás”, justificou o delegado geral da Polícia Civil. Ele declarou, ainda, que o grupo vai exaurir todas as linhas de investigação e solicitou à população que utilize o número de telefone 197, da Polícia Civil, para passar informações que contribuam para a elucidação dos crimes.

Da reunião em Anápolis participaram o superintendente da Polícia Judiciária, Alécio Moreira de Sousa Júnior; o gerente de Planejamento Operacional, Gustavo Carlos Ferreira; Thiago Torres, da Gerência de Operações de Inteligência; além da delegada titular da 3ª Regional, Aline Vilela, e os delegados Renato Rodrigues e Vander Coelho, do Grupo de Investigação de Homicídios de Anápolis, e a delegada Carla de Bem, do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc).

Os crimes

Os dois agentes prisionais foram executados nesta terça-feira. Pela manhã, Eduardo Barbosa dos Santos saiu do trabalho no presídio de Anápolis e, ao chegar em casa, no Setor Bouganville, na região norte da cidade, foi morto com vários tiros. À tarde, o agente prisional Ednaldo Monteiro saía de uma floricultura, no centro da cidade, quando três pessoas chegaram num veículo e o acertaram com vários tiros dentro do carro.

“São duas execuções, sem dúvida alguma. A forma de agir é parecida nos dois casos, e não descartamos que seja algum tipo de represália que possa estar vindo de dentro do sistema prisional”, declarou o delegado Renato Rodrigues, do Grupo de Investigação de Homicídios de Anápolis, que participa da força-tarefa.

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212