Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Nova rebelião em prisão de Aparecida de Goiânia já está controlada, diz governo - Jornal Brasil em Folhas
Nova rebelião em prisão de Aparecida de Goiânia já está controlada, diz governo


Uma nova rebelião teve início na noite desta quinta-feira (4) na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital. O motim é o segundo da semana. A informação foi confirmada pelo governo de Goiás por meio de nota, que informou que a situação já está controlada e que não houve mortes nem feridos.

Segundo o texto, houve uma tentativa de invasão de presos da ala C nas alas A, B e D do complexo, mas o serviço de inteligência estava acompanhando a movimentação e conseguiu conter o motim. “O serviço de inteligência policial da SSP já monitorava a ação dos presos e a tentativa de rebelião foi rapidamente controlada. Não houve mortes nem feridos. Uma fuga foi registrada”, diz a nota.

Também houve tentativa de explosão de uma granada e troca de tiros, mas as forças policiais agiram, segundo o texto, de forma “enérgica”, e a situação foi contida. A nota também informou que a Polícia civil já está com as “investigações em estágio avançado na apuração dos fatos que ocasionam tumultos no presídio nos últimos dias”.

No 1° dia do ano, confronto entre grupos criminosos rivais deixou nove mortos e 14 feridos, e entre foragidos e recapturados, 242 detentos fugiram do Complexo de Aparecida de Goiânia, de acordo com a Superintendência de Administração Penitenciária de Goiás.

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, fará uma inspeção no local na próxima segunda-feira (8). O motim do dia 1° levou a ministra a determinar, na terça-feira (2), que o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) enviasse ao conselho, em 48 horas, relatório com informações sobre as condições do presídio.

Representantes do Tribunal de Justiça de Goiás, do Ministério Público e da Defensoria Pública estaduais e da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO) inspecionaram o Complexo na quarta-feira (3). Integrantes da comitiva foram informados por presos e funcionários que uma rixa entre membros de grupos rivais foi a causa do confronto.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212