Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Prefeito de Porto Alegre pede ajuda a Exército para dia do julgamento de Lula - Jornal Brasil em Folhas
Prefeito de Porto Alegre pede ajuda a Exército para dia do julgamento de Lula


O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr, pediu nesta quinta-feira (4) o apoio do Exército para evitar uma invasão em 24 de janeiro, quando o ex-presidente Lula será julgado na cidade em um dia fundamental para o seu futuro político.

O Partido dos Trabalhadores (PT) anunciou mobilizações em massa em Porto Alegre, inclusive dias antes do julgamento em segunda instância que poderia confirmar a condenação a quase 10 anos de prisão do líder da esquerda e complicar suas intenções de ser candidato nas eleições de 2018.

Com boatos de que o próprio Lula irá se apresentar ao juiz e diante da ameaça dos movimentos sociais de instalar a partir do dia 20 um acampamento na cidade, o prefeito Nelson Marchezan Jr (PSDB) solicitou reforço.

Solicitei ao Presidente @MichelTemer o apoio da Força Nacional e do Exército Brasileiro para atuarem no dia 24. Devido às manifestações de líderes políticos que convocam uma invasão em Porto Alegre, tomei essa medida para proteger o cidadão e o patrimônio público, segundo o pedido ao governo que Marchezan Jr divulgou no Twitter.

Um tribunal federal de Porto Alegre julgará a apelação do ex-presidente, sentenciado em julho pelo juiz de primeira instância Sérgio Moro a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O caso se refere à suposta obtenção de um triplex no Guarujá, em São Paulo, que teria sido oferecido a ele pela construtura OAS em troca de contratos na Petrobras.

Se a condenação for confirmada, o ex-presidente pode perder a liberdade uma vez que os todos os recursos judiciais se esgotarem, que chegam até o Supremo Tribunal Federal (STF). E, embora devesse ficar inabilitado a se eleger, existem recursos que lhe permitiriam continuar na corrida à Presidência.

Lula nega as acusações e assegura que são parte de um pacto diabólico de opositores para impedir que ele volte ao poder.

O ícone da esquerda latino-americana, de 72 anos, é objeto de outros seis processos judiciais e o favorito para as eleições de outubro, segundo as pesquisas prévias.

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE