Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Teresópolis mantém estágio de alerta devido aos riscos de deslizamentos - Jornal Brasil em Folhas
Teresópolis mantém estágio de alerta devido aos riscos de deslizamentos


A Defesa Civil de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, manteve o município em estágio de alerta por causa do risco de deslizamento diante do acúmulo de água no solo depois da chuva que atingiu a cidade nos últimos dias. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) informou hoje (5), por meio de boletim, que a previsão meteorológica indicava condições para pancadas de chuva de intensidade moderada a forte. Com isso, o volume acumulado de chuva conferia alta possibilidade de ocorrências de eventos geo-hidrológicos não só na região serrana, mas ainda para o litoral Sul e para a região metropolitana.

Trajano de Moraes

A chuva intensa dos últimos dias causou estragos nas áreas urbana e rural de Trajano de Moraes, também na região serrana. De acordo com a Defesa Civil do município, houve deslizamentos, obstruções e quedas de barreiras e de bueiros. Com a melhora das condições do tempo hoje, a Secretaria de Obras começou o levantamento dos pontos críticos para fazer a limpeza das ruas e das estradas.

O prefeito Rodrigo Viana disse que a preocupação agora é deixar os acessos livres para o tráfego de veículos. “Nossa preocupação é facilitar a passagem dos carros sem que corram risco. O volume de chuva na nossa cidade foi além do esperado para essa época do ano.”

O secretário municipal de Obras, Ralph Moreira, informou que as equipes atuam de acordo com o planejamento feito em resposta aos chamados. Quem precisar de atendimento deve entrar em contato com os números (22) 2564-2314 ou 199 dependendo da operadora.

Petrópolis

Ainda na região serrana, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias de Petrópolis alterou o sistema de pontos de apoio da cidade no atendimento mais eficaz aos moradores que sofrerem reflexos de chuva forte no verão. O serviço foi apresentado hoje (5) durante a capacitação dos voluntários que atuarão nesses locais de forma integrada à Defesa Civil. A partir de agora, todos os bairros passam a contar com três responsáveis pelos pontos de apoio. O treinamento dos voluntários contou com um grupo de resgate e de bombeiros civis.

O calendário da Defesa Civil prevê, além da ida dos agentes aos pontos de apoio, o trabalho de orientação à população e aos comerciantes. Essa ação começa na terça-feira (9), no bairro Independência, e depois será estendida às comunidades que contam com as sirenes do Sistema Alerta e Alarme.

Segundo o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, a ideia é reforçar a importância do equipamento na prevenção aos desastres naturais e mostrar que a participação popular é fundamental na redução do risco.

“É um trabalho que vai melhorar o atendimento nas áreas que mais sofrem neste período. É importante que os moradores de áreas de risco do município procurem um local seguro sempre que começar a chover forte, antes mesmo de a sirene tocar. Os alertas das sirenes são o último aviso de que se deve procurar um ponto de apoio”, disse.

Petrópolis tem 234 áreas de risco alto ou muito alto, o que corresponde a 18% do município, por isso intensificou as ações de prevenção aos desastres naturais. A crise financeira do estado provocou o atraso de um ano na entrada em funcionamento dos equipamentos de sirene instalados em 2016, na localidade do Vale do Cuiabá, atingida pela chuva forte de 2011.

Edição: Juliana Andrade

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212