Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo de Goiás valoriza servidor e colhe como resultado a melhoria dos serviços prestados ao cidadão - Jornal Brasil em Folhas
Governo de Goiás valoriza servidor e colhe como resultado a melhoria dos serviços prestados ao cidadão


O Governo do Estado de Goiás trabalha em várias frentes como o objetivo de projetar Goiás no Brasil e no exterior para atrair empresas, gerar negócio e empregos e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida de todos os goianos. A valorização dos 170 mil servidores (ativos e inativos) também faz parte dessa política de desenvolvimento, pois é ele quem presta os serviços públicos ao cidadão nas escolas, nos hospitais, no Vapt Vupt, e torna possível que programas como o Bolsa Universitária, Renda Cidadã, Cheque Mais Moradia, Restaurante Cidadão, Goiás na Frente, Rodovida (construção e recuperação de rodovias) e Governo Junto de Você, entre outros, atinjam um número cada vez maior de pessoas.

A contenção de despesas e uma ampla reforma administrativa, iniciadas em 2014 pelo governador Marconi Perillo, garantiram recursos para investimentos e deram fôlego para a valorização do funcionalismo público que foram beneficiados com promoções, progressões e enquadramentos referentes a Planos de Cargos e Remuneração (PCR) de diversas categorias, auxílio alimentação, reajustes anuais. “Ano após ano, houve um acelerado comprometimento dos servidores com o cumprimento de metas que são indispensáveis para o Estado cumprir com as suas obrigações”, afirmou o governador Marconi Perillo, que tem pagado os servidores rigorosamente em dia.

A reforma administrativa de 2014 reduziu de 16 para 10 o número de secretarias, extinguiu 5 mil cargos comissionados e de outros 9 mil temporários. Desde então, foram economizados R$ 3,5 bilhões com custeio da máquina e funcionalismo. Por outro lado, as receitas cresceram. Marconi recordou que, em 1999, o PIB de Goiás era de R$ 17 bilhões, e em 2017 deve atingir a marca de quase R$ 200 bilhões.

A Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), explica, em nota, que o Governo do Estado tem conseguido prestar melhores serviços com o número de servidores abaixo do existente em 2014, “mesmo com entrada de novos policiais Civis, Militares e da Polícia Técnico-Científica, praças e oficiais do Corpo de Bombeiros, professores e servidores administrativos na Universidade Estadual de Goiás (UEG), médicos residentes e agentes prisionais”, e a contratação de 800 profissionais frente à demanda crescente do Detran e do Vapt Vupt, que ampliaram a oferta de serviços nos municípios goianos.

Comissionados

O Portal Goiás Transparente informa que em dezembro de 2017 o Executivo Estadual registrou o número de 6.754 servidores comissionados na folha de pagamento. “A participação dos comissionados sem vínculo no total da folha de pagamento caiu de 4% em dezembro de 2014 para 2,1% em dezembro de 2017”, informou a Segplan.

A folha de pagamento dos servidores públicos estaduais está, hoje, em R$ 1,07 bilhão, reflexo do “acréscimo significativo no número de servidores aposentados, pensionistas e militares da reserva”, que chegou a 64 mil em dezembro de 2017, detalhou a Segplan. O pagamento dos inativos saltou de R$ 248,2 milhões, em 2014, para R$ 382,5 milhões, no último mês, além de uma série de “reajustes de pensões especiais em decorrência de decisões judiciais”, o que contribui para a elevação da despesa.

O déficit previdenciário tem peso significativo na folha do Estado, como tem alertado o governador Marconi Perillo, ao defender a necessidade de uma Reforma Previdenciária frente ao déficit crescente. “O Brasil vai falir se a gente não tomar decisões responsáveis. São R$ 2 bilhões este ano (2017) de déficit previdenciário no Estado”, declarou.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212