Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Receita petroleira da Líbia cresceu em 2017, diz Banco Central - Jornal Brasil em Folhas
Receita petroleira da Líbia cresceu em 2017, diz Banco Central


A Líbia acumulou, no ano passado, 14 bilhões de dólares em receitas petroleiras, cerca de três vezes mais que em 2016, apesar da insegurança e de uma crise política persistentes, segundo um comunicado do Banco Central Líbio (BCL).

O montante ainda está longe dos 50 bilhões de dólares arrecadados pela Líbia com a venda de petróleo antes da queda do regime de Muamar Kadafi em 2011, uma época em que os preços da commodity eram bem mais elevados que atualmente.

A Líbia produzia, então, 1,6 milhão de barris por dia (mbd).

Em 2017, a produção alcançou mais de 1 mbd, permitindo reduzir à metade o déficit orçamentário (a 7,7 bilhões de dólares) após um déficit recordes em 2016, comemorou o banco.

O petróleo representa cerca de 90% das receitas da Líbia, que conta com as maiores reservas do continente africano.

O BCL tem sua sede em Trípoli e é leal ao Governo de União Nacional, apoiado pela comunidade internacional.

Apesar do BCL gerir todos os ingressos petroleiros e distribuí-los no país, existe contudo outro banco central com administração própria, que depende de um governo paralelo e do Parlamento com sede no leste do país.

A retomada da produção e das exportações petroleiras na Líbia é fundamental para reativar a economia estagnada e tranquilizar a população, que sofre com a instabilidade política e a insegurança desde 2011.

O país continua a enfrentar uma escassez de liquidez, bem como uma queda sem precedentes do valor de sua moeda.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212