Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Alemanha e Turquia tentam reaproximação após ano de tensões - Jornal Brasil em Folhas
Alemanha e Turquia tentam reaproximação após ano de tensões


Os chefes da diplomacia turca e alemã se reúnem neste sábado (6) na Alemanha com o objetivo de reativar as relações bilaterais depois de um ano de tensões.

Mevlüt Cavusoglu encontrou Sigmar Gabriel na cidade em que o ministro das Relações Exteriores alemão tem seu distrito eleitoral, Goslar, cerca de 250 km a oeste de Berlim.

Esta visita faz parte dos esforços de Ancara para sair do seu isolamento, consequência da repressão que se seguiu ao fracassado golpe de Estado de 2016, e para restabelecer o diálogo com a União Europeia (UE).

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou na sexta-feira (5), durante uma visita a Paris, que seu país está cansado de esperar por uma eventual adesão à UE.

A crise com a Alemanha tem sido especialmente difícil nos últimos meses. Berlim se posicionou veementemente contra a detenção na Turquia de vários de seus cidadãos, a maioria com dupla nacionalidade.

No verão passado, Berlim emitiu aos seus cidadãos uma advertência sobre viagens para a Turquia e às suas empresas sobre investimentos no país. Também congelou as exportações de armas para a Turquia, embora seja um aliado na Otan.

- Novo recomeço -

Pouco antes de sua viagem à Alemanha, o ministro das Relações Exteriores da Turquia considerou que Ancara e Berlim, parceiros estratégicos devido à importante diáspora turca na Alemanha (três milhões de pessoas), estão interessados ​​em um novo recomeço para suas relações bilaterais.

Seria razoável continuar nossas relações no âmbito da amizade e da cooperação, afirmou em uma coluna publicada na imprensa alemã.

Berlim também tenta diminuir as tensões. O encontro em Goslar é uma expressão dos esforços dos dois lados para melhorar as relações, mesmo que não resulte em soluções a questões difíceis, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Adebahr, na sexta-feira.

O governo turco enviou vários sinais de apaziguamento desde novembro, como a libertação condicional ou total de várias pessoas com passaporte alemão. No entanto, sete alemães, quatro com dupla cidadania, permanecem detidos na Turquia por razões políticas, de acordo com Berlim.

O destino do correspondente do jornal alemão Die Welt no país, Deniz Yücel, detido há quase um ano e contra quem ainda não há acusações, é a principal fonte de discórdia entre Berlim e Ancara.

Por sua vez, Ancara acusa regularmente Berlim de indulgência para com os separatistas curdos e os supostos conspiradores golpistas.

Erdogan chegou a acusar a chanceler Angela Merkel de práticas nazistas depois que a Alemanha proibiu ministros turcos de fazer campanha no país para o referendo sobre o fortalecimento dos poderes do chefe de Estado.

Merkel tem defendido nos últimos meses a suspensão das negociações sobre a adesão da Turquia à UE e uma redução da ajuda financeira a esse país. Mas a chanceler não obteve o apoio de seus parceiros, apesar de que, na sexta-feira, o presidente francês, Emmanuel Macron, aproximou-se desta posição ao propor à Turquia uma associação com a UE, em vez de uma adesão.

A Alemanha, assim como os seus vizinhos europeus, hesita em romper os laços com um parceiro estratégico. A Turquia é essencial para conter os fluxos migratórios e na luta contra o extremismo islâmico.

De acordo com o político alemão Cem Özdemir, de origem turca, o recente restabelecimento das relações está ligado a outros fatores. A Turquia, confrontada a uma inflação galopante, vai mal economicamente e o país precisa urgentemente de turistas e investimentos alemães, afirmou no jornal Berliner Zeitung.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212